Dicas de PC

Tudo Sobre PC é Aqui

Windows Vista: Ativando o Painel de Visualização!

Talvez você já tenha passado pela situação de salvar algum documento e não olhar o nome que ele tinha ou que foi selecionado automaticamente para ele. Também pode ter ocorrido de você possuir diversos arquivos e documentos em seu computador e com o passar do tempo, não lembrar exatamente o que cada um contém.

Quando isto ocorre, normalmente o procedimento padrão é abrir a pasta na qual seus arquivos estão armazenados e começar a abri-los para verificar seu conteúdo. No Windows Vista há um recurso bem interessante e pouco utilizado chamado Painel de Visualização.

Uma vez habilitado, ele permite visualizar uma miniatura do documento dentro da própria pasta na qual ele está armazenado, logo ao lado da exibição dos documentos. Para deixar esta opção disponível, basta seguir os passos abaixo.

Primeiro, abra um diretório do sistema para habilitar esta opção disponível (Meus Documentos ou Computador, por exemplo). Em seguida, acesse o menu “Organizar”, “Layout” e selecione a opção “Painel de Visualização”.

Pronto! Feito isto, sempre que você clicar em um dos documentos disponíveis na pasta, ao lado direito estará disponível uma miniatura dele.

Também é acrescentada uma função adicional chamada “Abrir Com” na barra de tarefas da pasta, como mostrado abaixo:


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

Anúncios

fevereiro 11, 2009 Posted by | Descubra, Dicas, O que é?, Saiba +, Windows, Windows Vista, Windows XP | Deixe um comentário

Vírus: como identificá-los?

“Alerta! Alerta! Seu computador está infectado pelo vírus W32.Reatle@mm!”. Calma, calma amigo, essa é só uma das várias mensagens que podem aparecer nas telas de computadores do mundo inteiro, graças ao uso dos antivírus que os protegem.

Qual o mistério por trás destes enormes códigos — repletos de números, barras e pontos — que surgem? O que eles significam e qual o grau de risco que você corre ao se deparar com eles?

Neste artigo abordaremos as principais terminologias utilizadas para designar estas pragas virtuais, para que você possa aprender não apenas a lê-las quando algum aviso pula na internet ou no seu próprio computador, mas para que possa compreendê-las melhor, conseqüentemente sendo capaz de tomar a ação correta para se defender o mais rápido possível!

_________________________
Códigos e terminologias
Uma construção trabalhosa
_________________________
A princípio os nomes parecem códigos indecifráveis, mas se você observar com calma logo perceberá que eles são compostos por partes bem específicas e comuns a todos: prefixo, nome e sufixo. Em alguns casos, existem ainda mais duas possibilidades, que são a utilização de modificadores e apelidos.

Confira abaixo o que cada uma destas partes determina.

______________________________
Prefixos

Determinando os alvos do ataque
________________________________

O prefixo (a primeira parte do código) pode mostrar quais são os sistemas operacionais ou plataformas — podendo estas ser também programas de qualquer natureza — em que os vírus operam ou denominar de que tipos são. Veja alguns exemplos de prefixos:

• Trojan/Troj: Cavalo de tróia. Estas ameaças não se comportam como vírus convencionais, que se multiplicam pelos arquivos. Ao invés disso, se disfarçam como programas e roubam suas informações pessoais, tais como senhas de bancos e de acesso a e-mail.• JS: Vírus escritos em linguagem JavaScript, normalmente atacam em páginas da internet.

• AOL: Vírus para ambientes e programas da America Online. Suas funções são geralmente roubar as informações de conta do usuário do serviço.

• Palm: Visam atacar dispositivos com sistema operacional Palm (celulares e PDAs).

• Backdoor: como seu nome sugere, ele atua como uma “porta dos fundos”, deixando seu PC vulnerável a conexões não autorizadas de hackers, para que elesfaçam o que quiserem em sua máquina.

O importante aqui é que você tenha plena consciência de que um vírus pode afetar não só uma plataforma, mas como também algumas de suas variantes. Um bom exemplo para ilustrar: vírus com o prefixo W95, que afetam o Windows 95, podem deteriorar também o sistema operacional Windows 98.

Outro muito comum (e que causa grandes estragos) é o W32, também chamado de Win32, que ataca todas as variantes do Windows existentes, bastando elas serem baseadas em 32 bits.

____________________
Nome

O batismo da ameaça
____________________
Normalmente os nomes são dados por quem descobre os vírus primeiro (geralmente as desenvolvedoras de antivírus ou empresas de segurança virtual). Para esta parte não há nenhuma regra específica adotada atualmente, o que torna tudo uma verdadeira bagunça.

Ao menos, de um modo geral, eles estão relacionados à atuação do vírus.
___________________
Sufixos

Separando os irmãos
___________________
Como já vimos acima, é o prefixo que determina o tipo de vírus ou a plataforma alvo, contudo, para um mesmo tipo existem inúmeras variantes. Cabe então ao sufixo separá-las e numerá-las.

Para isso é adicionada uma letra do alfabeto (em caixa alta), sendo A o primeiro, seguindo então a ordem alfabética. Quando a contagem chega a Z é colocada outra letra, da seguinte maneira:

W32.Reatle.Z —> W32.Reatle.AA

Caso as variantes cheguem novamente a uma combinação de Z, é adicionada outra letra.

Fique atento, pois por se tratar de uma denominação de variação você não encontrará sufixos em todos os nomes!
__________________________
Modificadores

Descrevendo o tipo de ação
__________________________
De modo a descrever melhor como uma ameaça comporta ou como ela se propaga, algumas empresas ainda adicionam ao fim dos nomes modificadores especiais. Novamente, sua presença não é obrigatória. Veja os exemplos:

• Dl: Estes se conectam á internet, depois de estarem alojados, para baixarem o restante de seus componentes e para atacarem.

• Dr: Embora estes não sejam muitas vezes reconhecidos como vírus, são muito perigosos. Isto porque são capazes de operar como programas normais enquanto deixam arquivos maliciosos escondidos no computador ou até mesmo fabricam os vírus.

• Gen: Denominação genérica, utilizada para quando não há um conceito ou definição aprofundado sobre a ameaça.

Um ótimo condutor para vírus.

• Int: Eles foram construídos para matar seu computador e se alojam rapidamente, mas por falhas em seus projetos ficam incapazes de agirem e tornam-se praticamente inofensivos.

• Worm: Se propagam pela rede ou por outros mecanismos portáteis. Um bom exemplo é o worm de pendrives, que se alastra por cada máquina que entra em contato com ele.

• @m: Significa que o vírus se propaga por meio de e-mails.

• @mm: Sabe aquela chuva de SPAMS e e-mails que são disparados contra diversos endereços de correio eletrônico? É por ela que os arquivos marcados com este modificador se dispersam.
_______________________________
Apelidos

Facilitando ou bagunçando tudo?
_______________________________
Se você leu até o funcionamento dos sufixos, parabéns, pois já está apto a entender como as nomenclaturas funcionam. O que acontece é que os apelidos não fazem parte dos nomes em si, são apenas adotadas para alguns tipos de vírus, de modo a tornar suas leituras mais simples e acessíveis ao público em geral.

Só há um grande problema: várias companhias utilizam apelidos diferentes, o que pode confundir a cabeça do usuário. É comum vermos pessoas falando que dois antivírus diferentes em suas máquinas encontraram dois problemas diferentes, portanto nem um e nem outro são completamente seguros.

Até pode ser verdade, mas na maioria dos casos a mesma infecção pode estar sendo diagnosticada por diferentes nomes, o que realmente dá um nó na cabeça do usuário.

De qualquer modo, agora você já tem o conhecimento! Se vier a se deparar com alguma ameaça em breve, não se desespere. Lembre-se dos termos, pesquise e deixe que seu anjo da guarda (antivírus favorito) entre em ação.
Agora, se a ameaça não for removida do seu computador de modo adequado, não pense duas vezes: entre em contato com o suporte técnico do programa de sua escolha para descobrir como se livrar da ameaça imediatamente!

Boa sorte a todos no aprendizado e olho vivo nestas pragas!


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 11, 2009 Posted by | O que é?, Saiba +, Tudo sobre vírus, Windows | Deixe um comentário

O que é Adware?


Adware é um termo muito usado e que está na “boca do povo”. Mas afinal, o que significa? Adware (vem do inglês, ad = anuncio, software = programa) são programas que exibem propagandas e anúncios sem a autorização do usuário, tornando o computador mais lento e a conexão lenta. Normalmente assumem o formato de pop-up, aquelas janelas incômodas que abrem a todo instante enquanto você navega em determinado site.
Além disso, a sua conexão pode ser prejudicada, pois estes programas precisam ser atualizados constantemente por meio da Internet, isto sem falar no incômodo causado pelas propagandas e anúncios que são exibidos constantemente.

Muitos programas assumem ainda a característica de Spyware uma vez que transmitem informações sobre o usuário (como e-mails) para anunciantes, terceiros ou partes interessadas sem autorização prévia. Permitem ainda o envio de SPAM para toda a sua lista de contatos através de seu e-mail.

Previna-se
A melhor medida de prevenção para não “pegar” estas pragas é evitando navegar em sites suspeitos ou fazer download de programas dos quais se desconhece a procedência.

Existe ainda outra forma de prevenção que são programas que varrem seu computador em busca de ameaças e as elimina caso algo seja encontrado.

Dentre os principais programas estão:Spybot-search & destroy,Ad-Aware 2009,Windows defender,AVG ANTI SPY FREEeSpyware terminator.Alguns antivírus possuem ferramentas para remoção de adwares e spywares, mas a maioria ainda não oferece esta praticidade.

A maioria das vezes o usuário não sabe que está infectado. Por esta razão é sempre bom executar os programas e deixar que estes monitorem seu computador para evitar danos maiores. Infelizmente navegar na Internet não é 100% seguro, mas sempre há como se precaver.


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 6, 2009 Posted by | Dicas, O que é?, Saiba + | Deixe um comentário

O que é Adware?


Adware é um termo muito usado e que está na “boca do povo”. Mas afinal, o que significa? Adware (vem do inglês, ad = anuncio, software = programa) são programas que exibem propagandas e anúncios sem a autorização do usuário, tornando o computador mais lento e a conexão lenta. Normalmente assumem o formato de pop-up, aquelas janelas incômodas que abrem a todo instante enquanto você navega em determinado site.
Além disso, a sua conexão pode ser prejudicada, pois estes programas precisam ser atualizados constantemente por meio da Internet, isto sem falar no incômodo causado pelas propagandas e anúncios que são exibidos constantemente.

Muitos programas assumem ainda a característica de Spyware uma vez que transmitem informações sobre o usuário (como e-mails) para anunciantes, terceiros ou partes interessadas sem autorização prévia. Permitem ainda o envio de SPAM para toda a sua lista de contatos através de seu e-mail.

Previna-se
A melhor medida de prevenção para não “pegar” estas pragas é evitando navegar em sites suspeitos ou fazer download de programas dos quais se desconhece a procedência.

Existe ainda outra forma de prevenção que são programas que varrem seu computador em busca de ameaças e as elimina caso algo seja encontrado.

Dentre os principais programas estão:Spybot-search & destroy,Ad-Aware 2009,Windows defender,AVG ANTI SPY FREEeSpyware terminator.Alguns antivírus possuem ferramentas para remoção de adwares e spywares, mas a maioria ainda não oferece esta praticidade.

A maioria das vezes o usuário não sabe que está infectado. Por esta razão é sempre bom executar os programas e deixar que estes monitorem seu computador para evitar danos maiores. Infelizmente navegar na Internet não é 100% seguro, mas sempre há como se precaver.


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 6, 2009 Posted by | Dicas, O que é?, Saiba + | Deixe um comentário

O que é Adware?


Adware é um termo muito usado e que está na “boca do povo”. Mas afinal, o que significa? Adware (vem do inglês, ad = anuncio, software = programa) são programas que exibem propagandas e anúncios sem a autorização do usuário, tornando o computador mais lento e a conexão lenta. Normalmente assumem o formato de pop-up, aquelas janelas incômodas que abrem a todo instante enquanto você navega em determinado site.
Além disso, a sua conexão pode ser prejudicada, pois estes programas precisam ser atualizados constantemente por meio da Internet, isto sem falar no incômodo causado pelas propagandas e anúncios que são exibidos constantemente.

Muitos programas assumem ainda a característica de Spyware uma vez que transmitem informações sobre o usuário (como e-mails) para anunciantes, terceiros ou partes interessadas sem autorização prévia. Permitem ainda o envio de SPAM para toda a sua lista de contatos através de seu e-mail.

Previna-se
A melhor medida de prevenção para não “pegar” estas pragas é evitando navegar em sites suspeitos ou fazer download de programas dos quais se desconhece a procedência.

Existe ainda outra forma de prevenção que são programas que varrem seu computador em busca de ameaças e as elimina caso algo seja encontrado.

Dentre os principais programas estão:Spybot-search & destroy,Ad-Aware 2009,Windows defender,AVG ANTI SPY FREEeSpyware terminator.Alguns antivírus possuem ferramentas para remoção de adwares e spywares, mas a maioria ainda não oferece esta praticidade.

A maioria das vezes o usuário não sabe que está infectado. Por esta razão é sempre bom executar os programas e deixar que estes monitorem seu computador para evitar danos maiores. Infelizmente navegar na Internet não é 100% seguro, mas sempre há como se precaver.


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 6, 2009 Posted by | Dicas, O que é?, Saiba + | Deixe um comentário

Hardware e Software:Definição!

Muita gente me pergunta e pergunta por exemplo no yahoo respostas:
O que é Hardware?
Hoje estarei postando o que é isso em detalhes:
1a fonte wikipédia:
O hardware, circuitaria, material ou ferramental é a parte física do computador, ou seja, é o conjunto de componentes eletrônicos, circuitos integrados e placas, que se comunicam através de barramentos. Em contraposição ao hardware, o software é a parte lógica, ou seja, o conjunto de instruções e dados processado pelos circuitos eletrônicos do hardware. Toda interacção dos usuários de computadores modernos é realizada através do software, que é a camada, colocada sobre o hardware, que transforma o computador em algo útil para o ser humano. Além de todos os componente que o seu PC precisa, ele também precisa de um Software chamado Sistema Operacional, sem o sistema operacional no nosso computador ficaria impossível de nos comunicar-mos com o nosso computador. Dentro deles o sistema operacional nos auxilia ao contato da pessoa ao computador, ao exemplo de poder salvar arquivos e programas.

O termo “hardware” não se refere apenas aos computadores pessoais, mas também aos equipamentos embarcados em produtos que necessitam de processamento computacional, como o dispositivos encontrados em equipamentos hospitalares, automóveis, aparelhos celulares (em Portugal portáteis), entre outros.

Na ciência da computação a disciplina que trata das soluções de projeto de hardware é conhecida como arquitetura de computadores.

Conexões do hardware
Para funcionar, o computador necessita de algumas conexões físicas que permitam que os componentes de hardware se comuniquem e se inter-relacionem. O barramento constitui um sistema comum de interconexão, composto por um conjunto de vias ou trilhas que coordenam e transportam as informações entre as partes internas e externas do computador. Uma conexão para comunicação em série é feita através de um cabo ou grupo de cabos utilizados para transferir informações entre a CPU e um dispositivo externo como o mouse e o teclado, um modem, um digitalizador (scanner) e alguns tipos de impressora. Esse tipo de conexão transfere um bit de dado de cada vez, muitas vezes de forma lenta. A vantagem de transmissão em série é que é mais eficaz a longas distâncias.
2a fonte eu luis:
O hardware é o que faz as ordens e comanda os computadores certo?
Não errado: na verdade o software e que tem controle sobre a maquina e que comanda os hardwares,ou seja um depende do outro!
EX:
se um computador não possuir um sistema operacional(software)ele não irá funcionar com comandos ele somente vai ligar e ficar uma tela preta!
Aqui ja deu para ter uma noção de hardware né?
mais existem muito mais coisas.

1a fonte:Wikipédia!

Software:Software ou logiciário é uma sequência de instruções a serem seguidas e/ou executadas, na manipulação, redirecionamento ou modificação de um dado/informação ou acontecimento.

Software também é o nome dado ao comportamento exibido por essa seqüência de instruções quando executada em um computador ou máquina semelhante.

Tecnicamente, Software também é o nome dado ao conjunto de produtos desenvolvidos durante o Processo de Software, o que inclui não só o programa de computador propriamente dito, mas também manuais, especificações, planos de teste, etc.

Software como Programa de Computador
Um programa de computador é composto por uma seqüência de instruções, que é interpretada e executada por um processador ou por uma máquina virtual. Em um programa correto e funcional, essa sequência segue padrões específicos que resultam em um comportamento desejado.

Um programa pode ser executado por qualquer dispositivo capaz de interpretar e executar as instruções de que é formado.

Quando um software está representado como instruções que podem ser executadas diretamente por um processador dizemos que está escrito em linguagem de máquina. A execução de um software também pode ser intermediada por um programa interpretador, responsável por interpretar e executar cada uma de suas instruções. Uma categoria especial e notável de interpretadores são as máquinas virtuais, como a JVM (Máquina Virtual Java), que simulam um computador inteiro, real ou imaginado.

O dispositivo mais conhecido que dispõe de um processador é o computador. Atualmente, com o barateamento dos microprocessadores, existem outras máquinas programáveis, como telefone celular, máquinas de automação industrial, calculadora, etc.

Tipos de Software:
Qualquer computador moderno tem uma variedade de programas que fazem diversas tarefas.

Eles podem ser classificados em duas grandes categorias:

1. Software de sistema que incluiu o firmware (O BIOS dos computadores pessoais, por exemplo), drivers de dispositivos, o sistema operacional e tipicamente uma interface gráfica que, em conjunto, permitem ao usuário interagir com o computador e seus periféricos.
2. Software aplicativo, que permite ao usuário fazer uma ou mais tarefas específicas. Aplicativos podem ter uma abrangência de uso de larga escala, muitas vezes em âmbito mundial; nestes casos, os programas tendem a ser mais robustos e mais padronizados. Programas escritos para um pequeno mercado têm um nível de padronização menor.

Ainda é possível usar a categoria Software embutido ou Software embarcado, indicando software destinado a funcionar dentro de uma máquina que não é um computador de uso geral e normalmente com um destino muito específico

Atualmente temos um novo tipo de software. O software como serviço, que é um tipo que roda diretamente na internet, não sendo necessário instalar nada no computador do usuário. Geralmente esse tipo de software é gratuito e tem as mesmas funcionalidades das versões desktop.

2a fonte:eu Luis
Na fonte acima ja deu para entender 80 % o que é!
Eu num tenho muito o que explicar eu só posso dizer que software e importante para o funcionamento do computador junto do hardware e que sem software o computador não é um computador!


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 6, 2009 Posted by | Descubra, Dicas, Hardware, O que é?, Saiba + | Deixe um comentário

Windows ReadyBoost!

Recurso importante do windows vista:
O Windows ReadyBoost aperfeiçoa a memória do sistema e aumenta o desempenho do computador.
Adicionar memória ao sistema (tipicamente conhecida como RAM) é, freqüentemente, a melhor maneira de aumentar o desempenho de um PC, visto que mais memória significa mais aplicativos capazes de rodar sem a necessidade de acessarem o disco rígido. Entretanto, atualizar a memória pode ser trabalhoso e caro, já que algumas máquinas possuem capacidade de expansão limitada de memória, tornando impossível adicionar mais RAM em determinados casos.

O Windows Vista introduz o Windows ReadyBoost, um novo conceito para adição de memória no sistema. Você pode utilizar uma memória flash não volátil – como as encontradas em flash drives USB – para aumentar o desempenho do sistema sem ter que, obrigatoriamente, adicionar mais memória RAM ao computador.

Os dispositivos de memória flash servem como memória cache adicional – isto é, uma memória que o computador pode “ler” muito mais rápido do que se tivesse que acessar os dados no disco rígido. O Windows ReadyBoost conta com o gerenciamento inteligente de memória do Windows SuperFetch e pode melhorar significativamente a resposta do sistema.
É muito fácil usar o Windows ReadyBoost. Quando um dispositivo removível de memória – como um flash drive USB ou um cartão de memória (SD) – é inserido pela primeira vez no PC, o Windows Vista verifica o desempenho para se certificar se esse dispositivo é rápido o bastante para ser utilizado com o Windows ReadyBoost. Caso o dispositivo atenda aos requisitos mínimos, será possível utilizá-lo para acelerar o desempenho do sistema. Você pode, inclusive, utilizar parte da memória do drive USB para acelerar o computador e manter a memória restante para armazenar arquivos. Por exemplo, se você possui um pen drive de 2 GB, é possível alocar 1 GB para o Windows ReadyBoost e ainda utilizar 1 GB para armazenamento de arquivos.
Alguns recursos estão disponíveis apenas em certas edições do Windows Vista e podem necessitar de hardware adicional.Clique Aquie veja o comparativo entre as edições.


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 3, 2009 Posted by | Descubra, O que é?, Saiba +, Windows Vista | Deixe um comentário

Windows ReadyBoost!

Recurso importante do windows vista:
O Windows ReadyBoost aperfeiçoa a memória do sistema e aumenta o desempenho do computador.
Adicionar memória ao sistema (tipicamente conhecida como RAM) é, freqüentemente, a melhor maneira de aumentar o desempenho de um PC, visto que mais memória significa mais aplicativos capazes de rodar sem a necessidade de acessarem o disco rígido. Entretanto, atualizar a memória pode ser trabalhoso e caro, já que algumas máquinas possuem capacidade de expansão limitada de memória, tornando impossível adicionar mais RAM em determinados casos.

O Windows Vista introduz o Windows ReadyBoost, um novo conceito para adição de memória no sistema. Você pode utilizar uma memória flash não volátil – como as encontradas em flash drives USB – para aumentar o desempenho do sistema sem ter que, obrigatoriamente, adicionar mais memória RAM ao computador.

Os dispositivos de memória flash servem como memória cache adicional – isto é, uma memória que o computador pode “ler” muito mais rápido do que se tivesse que acessar os dados no disco rígido. O Windows ReadyBoost conta com o gerenciamento inteligente de memória do Windows SuperFetch e pode melhorar significativamente a resposta do sistema.
É muito fácil usar o Windows ReadyBoost. Quando um dispositivo removível de memória – como um flash drive USB ou um cartão de memória (SD) – é inserido pela primeira vez no PC, o Windows Vista verifica o desempenho para se certificar se esse dispositivo é rápido o bastante para ser utilizado com o Windows ReadyBoost. Caso o dispositivo atenda aos requisitos mínimos, será possível utilizá-lo para acelerar o desempenho do sistema. Você pode, inclusive, utilizar parte da memória do drive USB para acelerar o computador e manter a memória restante para armazenar arquivos. Por exemplo, se você possui um pen drive de 2 GB, é possível alocar 1 GB para o Windows ReadyBoost e ainda utilizar 1 GB para armazenamento de arquivos.
Alguns recursos estão disponíveis apenas em certas edições do Windows Vista e podem necessitar de hardware adicional.Clique Aquie veja o comparativo entre as edições.


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 3, 2009 Posted by | Descubra, O que é?, Saiba +, Windows Vista | Deixe um comentário

Windows Aero

Muita gente pensa que o windows aero do vista só atrapalha mais não é bem assim !
Confira:
Windows Aero é a interface de usuário com o melhor desempenho e design da Microsoft. Disponível para computadores que usam um adaptador gráfico compatível e que estão executando a edição Home Premium, Business, Ultimate ou Enterprise do Windows Vista, o Windows Aero proporciona ao seu computador uma aparência totalmente nova. O Windows Aero oferece um recurso premium que torna mais fácil visualizar e trabalhar com suas informações e oferece uma operação mais estável e mais tranqüila.

Dois novos e empolgantes recursos do Aero, o Windows Flip e o Windows Flip 3D, permitem o gerenciamento seguro das janelas na área de trabalho, organizando-as de forma visualmente impressionante, mas conveniente. Além dos novos elementos gráficos e do acabamento visual, a área de trabalho do Windows Aero apresenta um desempenho tão suave e profissional quanto seu visual, proporcionando uma experiência simples e de alta qualidade.
Efeito de Transparência
Você pode alterar a cor, a saturação e até mesmo o nível de transparência para obter exatamente a aparência desejada.
Janelas dinâmicas

Quando você minimiza uma janela, ela sutilmente volta para o seu lugar na barra de tarefas; portanto, é mais fácil achá-la quando precisar.

Suporte a altos pontos por polegadas (dpi)

Como o Windows Aero oferece suporte a monitores de alta resolução, você pode conseguir um laptop ou um monitor de tela plana que é menor em tamanho, mas visualmente mais rico, exibindo imagens de alta resolução, fáceis de ler. O Windows Vista pode até mesmo dimensionar sua interface e determinados programas para a marca incrível de 144 dpi, uma vantagem para as pessoas que acreditam em programas com alta demanda e com muitos elementos gráficos.

Imediatamente em evidência, o novo efeito translúcido nas bordas da janela e do menu Iniciar cria um design “transparente” com aparência profissional, aprimorado por efeitos delicados como reflexos dinâmicos e animações sutis. Projetadas para conforto e simplicidade, as novas janelas “transparentes” transmitem um senso de abertura e leveza que o deixa livre para dar enfoque ao conteúdo e não ao ambiente.
Miniaturas da barra de tarefas do Live

No Windows Aero, as imagens em miniaturas ao vivo da barra de tarefas exibem o conteúdo real de ambas as janelas que estão abertas no momento e daquelas que estão minimizadas na barra de tarefas. Quando você pára o mouse sobre um título na barra de tarefas, você vê o conteúdo “ao vivo” da janela sem ter que trazê-la para o primeiro plano.

Windows Flip (ALT+TAB)

O Windows Flip é uma atualização do recurso conhecido como ALT+TAB nas versões anteriores do Windows. Ele mostra miniaturas ao vivo das janelas abertas em vez de mostrar ícones genéricos, facilitando a identificação rápida das janelas de seu interesse. Uma das janelas exibidas sempre será sua própria área de trabalho, proporcionando uma maneira simples e rápida de minimizar todas as janelas abertas na área de trabalho.
Windows Flip 3D:

O Windows Flip 3D oferece uma nova maneira de encontrar a janela desejada. Quando você pressiona Iniciar+TAB, o Windows Flip 3D mostra dinamicamente todas as janelas abertas em sua área de trabalho em uma exibição empilhada tridimensional. Nessa exibição, você pode percorrer as janelas abertas para localizar aquela pela qual você está procurando. O Windows Flip 3D até pode mostrar processos ao vivo como a reprodução de vídeo. Também é possível usar as teclas de seta ou o botão giratório em seu mouse para percorrer facilmente as janelas abertas e selecionar a janela necessária.

Área de trabalho com desempenho mais sutil:

Quando você usa o Windows Aero, as janelas abertas deslizam pela tela à medida que você as move ou as redimensiona. Você não verá nenhum artefato de redesenho, latência ou efeitos de “rasgos” que às vezes aparecem nas interfaces existentes. No Windows Aero, você também reduzirá as falhas do sistema relacionadas aos drivers de elementos gráficos e interromperá os erros.


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 3, 2009 Posted by | Descubra, O que é?, Saiba +, Windows Vista | Deixe um comentário

Windows Media Center!

Estarei falando um pouco deste novo recurso do windows vista que também estara se apresentando no aguardado windows 7!

Curta toda a biblioteca de entretenimento digital na glória total de seu computador ou mesmo em sua TV com o Windows Media Center. Visualize as suas fotos em uma apresentação de slides cinematográfica, navegue na sua coletânea de músicas por ilustração de capa, reproduza os DVDs com facilidade, assista a programas de TV e grave-os, baixe os filmes e projete seus vídeos caseiros. Em seguida, passe o controle remoto para que os amigos e a família juntem-se à diversão!

Atualmente, os computadores com Windows Media Center são dispositivos de entretenimento globais muito populares. Em um computador com Windows Media Center, você pode acessar músicas, fotos, TV, filmes e as últimas novidades na mídia online, tudo no conforto da sua poltrona com um controle remoto.

Com o Windows Vista, o Windows Media Center não é mais uma edição separada e sim uma edição simplesmente integrada nas edições do Windows Vista Home Premium e do Windows Vista Ultimate.

Windows Media Center

O Windows Media Center no Windows Vista apresenta alguns grandes avanços em relação às versões anteriores, incluindo uma interface de usuário aprimorada com navegação facilitada e visualização de mídia inovadora. O Windows Media Center também oferece suporte integrado para arquivar programas de TV diretamente em DVDs de vídeo, desempenho geral mais rápido e uma plataforma aprimorada para que os proprietários do conteúdo proporcionem novos serviços e experiências de entretenimento online. O mais notável para os clientes nos Estados Unidos é que o Windows Media Center oferece suporte para serviço a cabo digital por meio de um seletor de canais a cabo digital.

Nova experiência excelente

Depois de iniciar o Windows Media Center pela primeira vez, você estará explorando a sua mídia digital instantaneamente porque a experiência de configuração foi otimizada. Na realidade, o Windows Media Center verifica automaticamente seu computador à procura de arquivos de mídia durante o processo de configuração; assim você não precisa gastar um só minuto procurando por seu conteúdo.
Nova experiência excelente

Depois de iniciar o Windows Media Center pela primeira vez, você estará explorando a sua mídia digital instantaneamente porque a experiência de configuração foi otimizada. Na realidade, o Windows Media Center verifica automaticamente seu computador à procura de arquivos de mídia durante o processo de configuração; assim você não precisa gastar um só minuto procurando por seu conteúdo.

Depois de iniciar o Windows Media Center, você perceberá que ele é otimizado para exibições widescreen e em HD; o que o torna perfeito para a sala de estar. Com o novo layout na tela de fotos, músicas e vídeos, é possível ver até três vezes mais conteúdo em uma exibição widescreen em comparação às versões anteriores do Windows Media Center. A aparência limpa e simples é agregada à experiência de área de trabalho do Windows Aero e apresenta efeitos de transparência e animações sutis, proporcionando uma maneira divertida e visualmente impressionante de se navegar e testar seu entretenimento doméstico. Projetado para uma grande variedade de exibições e métodos de entrada, o Windows Media Center é otimizado para uso com um controle remoto, mas também funciona bem com outros dispositivos de entrada, como mouse e teclado, tela sensível ao toque ou mesmo um Tablet PC.

Música

Não importa se a sua música vem do URGE, de um serviço de músicas parceiro PlaysForSure como o Walmart.com ou de seu próprio computador, com o Windows Vista a sua música assume o papel principal. A Biblioteca de Música tira proveito total da sua exibição widescreen, mostrando a ilustração de capa de cada álbum e as músicas que você possui. A interface se parece com uma parede de músicas, com todas as capas do álbum preenchendo a tela. Tudo o que você precisa fazer é usar o controle remoto para selecionar um álbum, pressionar Reproduzir e começar a sintonizar suas melodias favoritas.

Faixa de música do Windows Media Center

Além da exibição Álbum, também existe a exibição de Anos. A exibição Anos organiza perfeitamente a sua música de acordo com o ano em que ela foi lançada. Isso facilita o seu trabalho de procurar todas as músicas referentes ao ano em que você se formou na escola ou em qualquer ano que escolher.

Mas não é possível falar sobre música sem falar sobre o rádio. Todo mundo tem a sua estação favorita, seja ela terrestre ou via Internet, e o Windows Media Center fornece os recursos para sintonizar nessas estações sem problemas. Escolher o ícone da Rádio leva a uma exibição na qual é possível ser seletivo na escolha entre as estações de rádio terrestres, que requerem conexão a uma antena FM, e as estações via Internet que requerem conexão com a Internet.

Imagens + Vídeos no Windows Media Center:

As suas fotos e os vídeos caseiros são as suas recordações digitais e, a cada dia que passa, eles aumentam cada vez mais em sua vida. O Windows Vista fornece a experiência definitiva de ponta a ponta quando se trata de gerenciar essas recordações, facilitando a visualização, a organização e o compartilhamento de várias recordações com os amigos e a família. Com o Windows Media Center, você pode compartilhar aquelas recordações na tela mais importante da sua casa: sua televisão.

Quer ver as fotos das minhas férias?

No passado, compartilhar as fotos digitais era uma experiência complicada que envolvia amontoar-se em torno de um computador. A Biblioteca de Imagens, localizada na faixa de Imagens + Vídeos no Windows Media Center, ajuda a acessar todas as suas fotos digitais de um jeito melhor, no conforto da sua poltrona. A Biblioteca de Imagens permite fácil navegação e destaque, de forma que você possa separar exatamente a foto que deseja compartilhar.

* Por pasta. As fotos são armazenadas em pastas, e a Biblioteca de Imagens permite que você visualize as suas fotos nesse contexto.
* Tirada em. As câmeras digitais armazenam automaticamente inúmeros detalhes sobre uma foto, como resolução, velocidade do obturador e, o mais importante, a data em que foi tirada.
Marcas

A Galeria de Fotos do Windows apresenta uma nova maneira de organizar suas fotos: Marcas. Usando esse novo recurso, você pode especificar uma palavra-chave para fotos individuais ou para uma coleção de fotos. O Windows Media Center ajuda a visualizar as suas fotos usando essas marcas. Por exemplo, suponha que você tenha uma coleção de fotos da vida selvagem tiradas ao longo dos anos. Essas fotos podem estar armazenadas em uma variedade de pastas em seu computador, tornando difícil visualizar essas fotos da vida selvagem de uma vez. Como você usou a Galeria de Fotos do Windows para marcá-las como fotos da “Vida Selvagem”, precisa apenas usar seu controle remoto para navegar até a coleção Vida Selvagem e ver todas essas fotos, não importando onde elas foram armazenadas.

Apresentações de slide do HD

Folhear as suas fotos na tela é definitivamente melhor do que se amontoar em torno de um computador. E agora o Windows Media Center torna a visualização de fotos ainda mais divertida com apresentações de slides de fotos com estilo. Com o recurso de apresentação de slides incorporado, o Windows Media Center pode adicionar automaticamente ótimos efeitos cinematográficos, como desbotamentos, panoramas e zooms, para realmente dar vida às suas recordações. Essas imagens realmente aparecerão em sua tela de alta definição uma vez que todas as suas fotos agora podem ser mostradas na mais alta resolução suportada por sua TV. As antigas versões do Windows Media Center reduziam a resolução de suas fotos. Finalmente, se seus amigos e sua família gostarem realmente de uma de suas criações da apresentação de slides, você poderá gravá-la em um DVD de vídeo com as suas fotos e músicas.

Retoque de fotos

Embora você queira usar a Galeria de Fotos do Windows para editar a maior parte das fotos, de vez em quando pode haver uma que tenha se esquecido de corrigir. Com o Windows Media Center, você pode usar seu controle remoto para executar funções básicas de edição. As ferramentas para recortar, imprimir e até eliminar os incômodos olhos vermelhos estão todas à sua disposição.

Vídeos

Com a Biblioteca de Vídeos, todas as suas recordações em vídeo estarão em um local conveniente. Você perceberá que o Windows Media Center pode realmente olhar dentro de cada vídeo, localizar uma captura representativa e usar essa captura como a miniatura do vídeo, facilitando a localização daquilo que você deseja.
Com as edições do Windows Vista Home Premium e do Windows Vista Ultimate, você pode usar o HD do Windows Movie Maker para editar os vídeos caseiros de alta definição. Use o Windows Media Center para compartilhar as suas criações de alta definição na TV da sala de estar com as demais pessoas de sua família. Quem sabe? Um futuro prêmio de Melhor Diretor pode ir para alguém da sua casa!

TV e Filmes no Windows Vista
Luzes, Câmera, Ação!

Nenhuma experiência de entretenimento estaria completa sem a televisão e os filmes, e o Windows Media Center proporciona uma impecável experiência global com seu suporte intenso para seus programas de TV prediletos e as últimas novidades do cinema. Imagine você se curvando na poltrona para assistir a um programa gravado que você perdeu durante a viagem ou capturando os últimos minutos de seu jogo favorito ou mesmo baixando o último filme de ficção científica. Com o Windows Media Center, você sempre pode ter algo interessante para assistir.

Fácil configuração da TV

As antigas versões do Windows Media Center estavam disponíveis em 33 países. Mas as edições do Windows Vista Home Premium e do Windows Vista Ultimate trarão o Windows Media Center para mais de 100 locais. Todos esses mercados apresentam desafios únicos no processo de configuração da TV, mas o Windows Media Center no Windows Vista possui algumas novas tecnologias disponíveis que ajudarão você a começar da forma mais fácil já vista. Primeiro, se o seu computador estiver equipado com um sintonizador de TV, o Windows Media Center detectará automaticamente se você possui um sinal simples pelo ar ou uma configuração a cabo, cabo mais decodificador de sinais ou satélite (que inclui naturalmente um decodificador de sinais). Se você possui um decodificador de sinais, o Windows Media Center orientará você pelas etapas para configurá-lo, incluindo pequenos ajustes no blaster infravermelho (IR) que controla o decodificador de sinais.
Em vários países, não é possível acessar uma lista precisa dos canais disponíveis. Com o Windows Vista, o Windows Media Center apresenta um novo recurso de verificação apurada para países com PAL/SECAM, o que permite encontrar os canais de maneira muito mais exata que em versões anteriores do Windows.

Uma vez que os diferentes países possuem diferentes padrões de transmissão e o Windows Media Center não oferece suporte a todos eles, será necessário verificar se o Windows Media Center oferece suporte ao seu padrão específico.

Os amantes de TV e de filmes unem: assistir, pausar ou gravar TV e filmes ao vivo

Agora você pode oficialmente jogar fora o seu videocassete porque, com o Windows Media Center, será possível assistir, pausar e gravar digitalmente a TV ao vivo em vários países ao redor do mundo. Não importa se o seu computador Windows Vista Home Premium ou Windows Vista Ultimate possui um sintonizador de TV externo ou integrado, isso é simples como conectar a antena, o cabo ou a saída de vídeo do seu decodificador de sinais de satélite em seu computador e, em seguida, conectar o computador à televisão.

Deseja ver a partida vencedora dos jogos novamente? Sem problema. Com o botão de repetição instantânea do Windows Media Center, é possível voltar instantaneamente em incrementos de sete segundos. Se você deseja gravar um programa ao vivo, basta pressionar o botão de gravação em seu controle remoto. O Windows Media começará a gravar o programa em seu disco rígido e vai parar de gravar automaticamente quando ele terminar. O Windows Media Center oferece suporte a vários sintonizadores de canais, o que significa que você poderá assistir a um programa ao vivo em um canal enquanto grava simultaneamente um programa de outro canal.

Mais tarde, quando quiser assistir a um programa gravado, o Windows Media Center tornará fácil e divertido localizar esse clipe. Em vez de mostrar apenas os nomes do texto e as informações sobre o programa gravado, o Windows Media Center separará uma imagem do programa real e a usará como seu ícone de miniatura selecionável.

Guarde e compartilhe mais do seu entretenimento:

Como o Windows Vista Home Premium grava digitalmente seus programas de TV e filmes ao vivo no disco rígido do seu computador, com o tempo, você talvez se preocupe em ficar sem espaço em disco. O Windows Media Center resolveu isso para você. Com ele, é possível optar por gravar os programas em outra partição de disco rígido no mesmo computador ou por gravar diretamente em um disco rígido externo.
O Windows Media Center também inclui tudo o que você precisa para gravar seus shows favoritos no DVD de vídeo. Você não precisa mais de ferramentas de terceiros para criar um DVD que possa ser reproduzido em um DVD player normal. Basta selecionar o programa que deseja gravar, incluir qualquer conteúdo adicional (como vídeos caseiros, música ou fotos) e o Windows Vista se encarregará do resto. O Windows Media Center vai até criar um menu simples de DVD, no qual você poderá navegar usando o controle remoto do seu DVD; assim será possível escolher facilmente aquilo que deseja assistir.

Seus programas no seu horário

Com o Windows Vista Home Premium, você pode assistir a programas de TV e filmes de acordo com a sua possibilidade com o Guia de Programação Eletrônica (EPG, Electronic Programming Guide) no Windows Media Center. O EPG, disponível em países selecionados, é um serviço gratuito que fornece listagens de data e hora, bem como resumos de todos os programas de TV e filmes disponíveis por meio de seu serviço de TV local. Ele aborda um período de até duas semanas e, com ele, você pode procurar e gravar facilmente os programas atuais e futuros de acordo com seus horários de início. O guia também possui recursos de pesquisa robustos que ajudam a encontrar rapidamente os programas usando categorias comuns como Infantil, Filmes ou Esportes.
Suponha que você queira gravar um programa durante as férias. Basta encontrar o programa no EPG navegando até o dia e a hora ou, pesquisando pelo programa na exibição das categorias, pressione o botão de gravação de um toque e o Windows Media Center se encarregará do resto. O Windows Media Center até oferece a opção de gravar automaticamente uma temporada inteira de um programa, enquanto omite as reprises, assim você nunca mais perderá um único episódio de seu programa favorito.
O Guia de Programação Eletrônica (EPG) é suportado nos seguintes países:

* Áustria
* Bélgica
* Canadá
* República Checa
* Dinamarca
* Finlândia
* França
* Alemanha
* Índia
* Israel
* Irlanda
* Itália
* Japão
* México

* Holanda
* Noruega
* Polônia
* Portugal
* Rússia
* África do Sul
* Coréia do Sul
* Espanha
* Suécia
* Suíça
* Taiwan
* Turquia
* Reino Unido
* Estados Unidos
Lembrando EPG só nos países acima mais o Brasil também aceitas recursos muito bons também!


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 3, 2009 Posted by | Descubra, Dicas, O que é?, Saiba +, Windows, Windows Vista, Windows XP | Deixe um comentário