Dicas de PC

Tudo Sobre PC é Aqui

Não perca seu HD, previna-se!

Problemas com o HD? Medo de perder os dados? Veja algumas dicas úteis.

O disco rígido é um item bem peculiar nos computadores, pois ele é um dos poucos componentes que tem uma parte mecânica. Devido a isso, defeitos e problemas diversos são comuns com o passar do tempo, ainda mais em casos que o computador fica ligado por muito tempo. Para que você não perca seus dados há muitas soluções, porém tudo depende do caso. Portanto, veja abaixo em qual caso você se encaixa, para então seguir as dicas.

Prevenindo problemas futuros

Preocupação: Nenhuma
Estado do HD: Normal
Dica: Criar duas partições ou usar dois discos rígidos. Efetuar varreduras periódicas e desfragmentar o disco.

O mais provável é que você não esteja tendo problemas neste momento com seu disco rígido, porém esta dica é válida para quem quer evitar problemas futuros. Antes de qualquer coisa, pense o seguinte, é sempre ideal você separar o sistema dos seus documentos. Portanto, o ideal em qualquer computador é possuir duas partições no mesmo disco, para que havendo algum problema com o sistema você não vai precisar efetuar um backup de seus dados as pressas.

Para os felizardos que possuem dois discos rígidos, os problemas são ainda menores, pois há a possibilidade de deixar uma cópia do que considera mais importante em ambos, de modo que, caso haja algum em um dos discos, o outro possui tudo o que você considera primordial.

Efetue varreduras periodicamente…

Salienta-se a importância de usar o famoso “Scandisk” do Windows para averiguar se há erros no seu HD. Além disso, desfragmentar o disco rígido é de suma importância, principalmente para quem costuma instalar muitos programas e jogos. A desfragmentação ajuda a manter os dados organizados, isso evita que seu HD tenha de efetuar procuras desnecessárias, além do mais, a velocidade aumenta significativamente.

O HD está apresentando erros?

Preocupação: Moderada
Estado do HD: Ruídos, erros e temperatura elevada
Dica: Faça um backup o mais breve possível.

Quando seu disco rígido começa a fazer barulhos, a apresentar problemas (como os tais “bad clusters”) durante as varreduras de discos ou até parece estar extremamente lento, você pode começar a se preocupar. Alguns motivos podem levar seu HD a ter problemas: temperatura elevada, vida útil pode estar chegando ao fim, algum vírus estragou de forma agressiva partes importantes do disco ou ele está configurado de maneira errada.

Não deixe seu HD queimar…Encontrar uma solução nem sempre é tão fácil, pois como você pode ver há diversos motivos para seu disco estar apresentado problemas. O primeiro passo é usar um programa de diagnóstico — você pode encontrar diversos aqui no Baixaki, recomendamos o HDD Thermometer — e verificar se a temperatura está dentro do normal (procure se inteirar na internet qual a temperatura máxima do seu disco), a maioria dos discos não deve ultrapassar 50°C, pois esta temperatura já é relativamente alta para um HD.

Checou a temperatura? Então agora é hora de verificar se nenhum vírus corrompeu arquivos importantes. Veja que se o Windows está informando que alguns arquivos não podem ser lidos, já é evidente que arquivos foram corrompidos — seja por vírus, ou por problemas diversos — e a solução é única: use o CD do Windows para restaurar os arquivos.

Por fim, um teste de velocidade é ideal. Nem sempre os discos rígidos cumprem o que prometem. A grande maioria tem um desempenho menor do que o ofertado. Usar programas de diagnóstico é uma ótima idéia para comprovar como seu HD se sai. Após efetuar alguns testes você deve comparar com discos iguais (ou semelhantes) na internet, para que então veja se o seu disco está normal ou abaixo do esperado.

O disco rígido morreu…

Era uma vez um HD…

Preocupação: Extrema
Estado do HD: Não liga ou não identifica na BIOS
Dica: Procure especialistas para tentar recuperar os dados.

Os casos mais desesperadores são quando tudo indica para problemas físicos. Nem tente ressuscitar o disco sozinho, pois geralmente você vai acabar estragando ainda mais. Esta tarefa é muito complicada e exige equipamento e conhecimentos avançados, portanto, procure um profissional que trabalhe com isto e tenha fé de que seus dados ainda podem ser recuperados.

dezembro 28, 2008 Posted by | Descubra, Dicas, HD, Windows | Deixe um comentário

Formatando o HD!

Tenha em mãos, o cd do Windows, dos drivers da placa mãe, placa de vídeo, etc.

Ao ligar o computador, logo no começo quando estiver aparecendo aquelas informações, fique apertando a tecla Delete, então você será redirecionado para o Setup (local com uma tela azul e várias opções para entrar), estando lá entre em Advanced Setup, e mude o 1st Boot Device para CD ou CD/DVD (caso tenha driver de DVD) com a tecla + ou -, aperte a tecla F10 e de Ok e espere entrar no windows normalmente.

Após entrar no Windows, insira o CD do windows e reinicie a máquina.

Pressione uma tecla quando for pedido e fique aguardando até aparecer novas instruções.

Aperte Enter para instalar o Windows.

Aperte a tecla F8 para concordar com o contrato.

Aperte a tecla Esc para não repara.

Aperte a tecla D para excluir a partição

Aperte a tecla L para excluir a partição.

Aperte a tecla Enter para instalar.

Vá em formatação completa e não na rápida (quick).

Escolher sistema de arquivos NTFS.

Vai começar a instalação.

Coloque o Serial.

Complete os dados.

Configure o Windows.

E… Pronto!

E para deixar o Windows com um visual melhor (na minha opinião), vá em Painel de Controle e tire a opção agrupar botões e coloque menu iniciar clássico, isso se você quiser, é claro.

E por último, instale os drivers da placa mãe, placa de vídeo, etc.

FIM

dezembro 28, 2008 Posted by | Dicas, HD, Windows | Deixe um comentário

Elimine o lixo desnecessário do seu HD e libere espaço no disco

Mesmo com os HDs cada vez mais espaçosos não estranhe se o seu computador cedo ou tarde acusar falta de espaço. Os aplicativos estão cada vez mais rechonchudos, o conteúdo multimídia prolifera feito praga e muitas vezes, acabamos acumulando um grande número de arquivos desnecessários, mesmo sem nos dar conta disso.

Navegar na web ou instalar programas são atividades que podem gerar muitos arquivos inúteis na pasta Temp, de difícil localização (normalmente, ela fica em Documents and Settings\nome_ do_usuário\Configurações Locais\Temp). E o Windows simplesmente ignora essa pasta quando você o instrui a remover arquivos temporários. E ela vai inchando, inchando, e devorando preciosos megabytes.

A imagem abaixo representa o estado atual do HD do meu desktop. Trata-se de um PC corporativo no qual, por medida de segurança, não há permissão para instalar aplicativo algum. Mesmo assim, note que mais de 280 MB estão deperdiçados com arquivos temporários, resultados da navegação web ou mesmo da criação de arquivos temporários dos mais diversos tipos.

Para liberar tal espaço, no Windows Explorer, clique com o botão direito no drive C: (ou outra unidade, se for o caso), selecione a opção Propriedades, abra a guia Geral e clique no botão Limpeza de Disco.

Embora esta ferramenta remova arquivos inúteis e, portanto, libere espaço, nem sempre elimina todo o lixo na pasta de arquivos Temp sob Configurações Locais.

Pasta Temp: arquivos de trabalho, de instalação e
vestígios de navegação na web

Você pode ser obrigado a excluir estes arquivos órfãos manualmente: para fazer isso, feche todos os programas, vá até a pasta, pressione as teclas Ctrl e A para selecionar todos os arquivos e pressione Delete.

Se mesmo assim você quiser saber que aplicações ou pastas estão ocupando lugar demais, experimente o gratuito TreeSize Free . Fácil de usar, ele mostra um relatório detalhado de suas pastas e subpastas e o espaço que elas ocupam no HD.

Ao ser instalado, o Microsoft Office 2003 cria a pasta MSOCACHE na qual são gravados arquivos necessários para adição de nova funcionalidade da suíte sem que se precise usar os discos originais do software. Caso não se importe de precisar usar esses discos, saiba que poderá recuperar cerca de 300 MB.

Para isso, utilize a ferramenta de limpeza do disco do próprio Windows. Clique em Iniciar, Programas, Acessórios, Ferramentas do Sistema e Limpeza do Disco. Selecione a opção Arquivos de Instalação do Office na aba Limpeza de disco e clique em OK.

Conteúdo duplicado
Que atire a primeira pedra quem tem certeza de não possuir uma música ou vídeo duplicado na coleção multimídia. Gerenciar esse conteúdo, ainda mais quando o nome dos arquivos são manipulados pelos usuários, pode ser algo complexo. Por impulso, quando navegamos nos sites de compartilhamento de conteúdo, acabamos baixando músicas que nos agradam e que podem já ter sido baixadas anteriormente. Isso é comum principalmente quando se tem um coleção de canções muito grande.

Para resolver esse problema, é possível utilizar o shareware (porém gratuito durante 30 dias na versão Trial) EF Duplicate MP3 Finder (em inglês, mas muito fácil de usar). Uma vez instalado, é necessário configurar o aplicativo para que ele faça a busca de acordo com os parâmetros desejados.

E já que acabou com as faixas duplicadas, por que não aproveita para colocar sua biblioteca de músicas em ordem? Uma boa forma de fazer isso é utilizar o gratuito MediaMonkey . Este excelente organizador oferece um grande número de funcionalidade tais como reprodução, ripagem, sincronia com iPod e outros tocadores MP3 e um editor de tags que vai ser muito útil na organização de suas canções.

dezembro 27, 2008 Posted by | Descubra, Dicas, HD, Windows | Deixe um comentário

Aumente o espaço de uma partição de seu HD usando o Vista!

Um leitor que particionou seu HD nos escreveu dizendo que quer aumentar o espaço de uma de suas partições aquela na qual o Windows Vista está instalado.

Antes de qualquer coisa, é importante ressaltar que o fato de o leitor utilizar o Vista conta muito a seu favor, pois esse SO já possui uma ferramenta para gerenciar particionamentos de disco (no caso de um XP, por exemplo, seria preciso um software como o EASEUS ou o Paragon Partition Manager ).

Com o Vista, essa tarefa é bem simples. O leitor vai precisar saber em qual de suas partições está instalado o sistema operacional, já que é esta a que ele pretende expandir.

Mas atenção leitor: antes de executar qualquer ação que faça alterações na forma como os dados estão organizados em seu HD, lembre-se de fazer backup dos seus dados em uma mídia externa, ainda que a ferramenta que irá usar seja do próprio sistema operacional.

Abra a caixa Executar (tecla Windows + R) e digite diskmgmt.msc. Pressione Enter para abrir o utilitário Gerenciador de discos. Nele, você verá todas as suas partições, com seus detalhes e propriedades detalhadas.

Localize a partição (C: ou D: por exemplo) onde está o sistema operacional e clique nela com o botão direito. Selecione a opção Estender volume, e o Assistente para extensão de volume irá abrir. Clique em Avançar.

O assistente irá mostrá-lo, na próxima tela, qual é a disponibilidade em bytes para você usar na realocação de espaço para a partição que você selecionou.

Repare que, no nosso exemplo, o total disponível é de 776 MB, e há uma caixa específica para determinar quanto dessa quantidade queremos utilizar.

Após estabelecer a quantia desejada clique em Avançar e depois, em Concluir. A realocação de espaço será executada

dezembro 27, 2008 Posted by | Descubra, Dicas, HD | Deixe um comentário