Dicas de PC

Tudo Sobre PC é Aqui

Drivers – Efetuando a comunicação entre hardware e software!

Os grandes responsáveis pelo funcionamento das placas do computador não são tão assustadores

Você já deve ter visto a palavra “driver” em muitos lugares, porém nunca soube o que eles realmente são, para que servem e qual a mágica deles. Então afinal, que bicho é esse que sempre complica a vida dos usuários? Definindo de uma forma simples, o driver é um pequeno arquivo que conecta o sistema operacional diretamente com os componentes de hardware do PC.

Por exemplo, se você tem uma placa de vídeo instalada em seu computador, ela precisa se entender com o sistema operacional para poder receber as instruções e processar tudo corretamente; e é justamente isto que o driver faz, uma ponte entre os dois. O driver dá instruções ao sistema operacional, de como o componente físico se comporta e de que forma o sistema deve trabalhar em conjunto para fornecer os melhores resultados a você.

Em placas de vídeo, principalmente, os drivers são indispensáveis, pois as tecnologias (DirectX 10, OpenGL 2.1, PhysX, etc) que as novas placas utilizam para que os games reproduzam efeitos especiais são muito avançadas e precisam de instruções bem detalhadas.

Drivers básicos

Se você parar para analisar, o Windows consegue fazer alguns componentes de hardware funcionar — mesmo que de maneira simples — sem instalar qualquer driver. Na verdade ele consegue essa façanha, graças aos drivers básicos, que nada mais são do que drivers comuns a qualquer placa. Por exemplo, o driver básico (também conhecido como genérico ou padrão) de vídeo, tem instruções pré-estabelecidas que definem que qualquer placa de vídeo suporta a resolução de 640×480 e consegue reproduzir 16 cores.

Sistema Operacional

Cada sistema operacional usa drivers diferentes e é aí que mora o problema, pois os fabricantes raramente criam um arquivo universal para todos os sistemas. Quem acaba tendo o trabalha de ficar procurando por drivers é o usuário, e o maior incômodo é quando não se encontra os drivers na página do fabricante.

Esses problemas que geralmente ocorrem devido à incompatibilidade dos sistemas operacionais e drivers são mais comuns no Windows — pois um driver para o Windows 2000 em geral será diferente do driver par ao Windows XP ou Vista.

Já o Linux é bem diferente, pois por ser um sistema de código aberto, os drivers são facilmente criados por usuários mais experts em programação, e mais, as distribuições de Linux, em geral, vêm capacitadas a utilizar quase que automaticamente qualquer componente dos computadores atuais, sem a necessidade de instalar os tais drivers.

Versão 64 bits

Com o surgimento dos sistemas operacionais de 64 bits, os drivers tiveram de sofrer alterações também. É muito comum haver incompatibilidades quando se utiliza algum sistema de 64 bits, visto que alguns fabricantes de placas e componentes não criaram versões de seus drivers para os novos sistemas (Vista 64 bits e XP 64 bits).

Por que sistemas 64 bits precisam de drivers diferentes, sendo que as placas são as mesmas? A resposta é fácil: o sistema se comunica com o dobro de bits com as placas do computador, o que requisita um driver devidamente instruído para tal tarefa. Ainda que os sistemas operacionais de 64 bits consigam executar programas de 32 bits, eles não têm a mesma capacidade para trabalhar com drivers.

No Linux o problema já não é tão grande (para quem está habituado ao uso), pois o sistema sempre teve uma maior capacidade para a comunicação com itens de hardware. Se você ainda está apenas testando alguma versão do Linux, ou ainda é novato, você provavelmente vai achar tudo muito difícil e não vai achar tão simples fazer o sistema detectar suas placas. Em geral os únicos drivers que o Linux não conseguirá detectar são os das placas de vídeo (como as da AMD ATI e da NVIDIA), ou das placas não muito conhecidas no mercado.

Notebook utiliza drivers diferente?

É raro encontrar componentes de notebooks que possam utilizar os mesmos drivers disponíveis para desktop. O problema aqui reside justamente na grande diferença de tecnologia (e placas) que os notebooks utilizam.

Os computadores comuns têm muito mais espaço para circulação de ar e para armazenar dispositivos extras, já os notebooks, geralmente, vêm limitados a ter os componentes sempre acoplados para esquentar pouco e não ocupar espaço algum, sendo que poucos tem opção para um upgrade.

Devido a isso, os notebooks sempre precisam de drivers diferentes para poder operar corretamente. Salienta-se que os felizes proprietários de notebooks geralmente sofrem menos com drivers, pois as montadoras de computadores portáteis deixam os drivers sempre disponíveis na página, catalogados de acordo com o modelo do notebook.

Mantenha-os sempre atualizados

Uma coisa é certa, as fabricantes de placas e periféricos para computador nunca conseguem criar uma versão definitiva para seus produtos. A culpa nem é das fabricantes, mas sim dos programadores que sempre utilizam novos recursos nos aplicativos, sendo que os drivers das placas não estão habilitados a processar estes recursos. Sendo assim, as fabricantes de itens de hardware sempre estão um passo atrás para poder oferecer um suporte decente ao consumidor.

Não importa qual seja o componente, ter a última versão instalada sempre é o mais recomendável. Ainda que as versões anteriores dos drivers pareçam mais rápidas, a última é a única que oferece total compatibilidade com novos aplicativos e, com certeza, e a única que trará menos dores de cabeça a você.

Não tenha medo!

Falta de drivers corretos parecem — apenas parecem — ser um grande problema, mas tudo depende da sua paciência. É verdade que você não conseguir fazer funcionar uma placa do computador é bem desagradável, mas com um pouco de paciência você encontra os drivers facilmente na página do desenvolvedor. Uma boa dica para não ficar sofrendo toda vez que tiver que reinstalar drivers é ter todos os drivers atualizados (já que os discos que acompanham as placas sempre vêm com versões muito antigas) armazenados em um CD, e assim não evitar as dores de cabeça.

Baixe os principais drivers AQUI!


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 11, 2009 Posted by | Descubra, Dicas, Hardware, Saiba +, Windows | Deixe um comentário

Dicas para limpar seu notebook

Você sabe o que pode e o que não pode usar? Sabe como limpar?
Limpar um notebook é de fundamental importância para a boa manutenção do equipamento, pois o acúmulo de poeira pode riscar componentes ou bloquear as saídas de ar, causando sérios danos por superaquecimento.

Além deste risco, limpar um computador portátil é uma simples questão de higiene. Quem fuma perto do notebook ou toma aquele cafezinho vez ou outra percebe as teclas amareladas. Quem tem um bichinho de estimação também se depara com alguns pelos nada agradáveis entre as teclas. Nenhuma dessas sujeiras é agradável.

Limpar um notebook exige paciência e cuidado. Os componentes são menores e, portanto, mais delicados. Em um desktop é mais fácil identificar as peças, já em um notebook é mais complicado. A primeira dica que você pode seguir é ler o manual de instruções do seu computador. É certo que nele você vai encontrar o mínimo de instrução neste sentido. No entanto, é claro que você não terá um guia detalhado.

Isso pode:

Para limpar um notebook, você pode usar um pano macio que não solte fiapos, cotonete, pincel fino de cerdas macias, compressor de ar, água, lata de ar comprimido e álcool isopropílico. Atente que este último item deve ser usado com algumas restrições que você verá a seguir.

Isso não pode:

Não use produtos de limpeza como aquele multiuso ou qualquer produto abrasivo. Não use panos duros que riscam e que soltam fiapos. Caso você utilize produtos especiais, não aplique-os diretamente no notebook. Aplique-o sobre um pano primeiro.
Para começar

Desligue o notebook da tomada e, de preferência, remova a bateria. Vamos dividir seu notebook em quatro partes: área externa, entradas e saídas, tela e teclado.

Área externa

Considere como área externa as partes de plástico do seu aparelho. Use um pano levemente, LEVEMENTE umedecido com água. Lembre-se que você deve evitar que água escorra para não atingir componentes internos, então não exagere na água. Faça movimentos circulares e leves.

Na hora de limpar a parte de trás da tela, tome cuidado para não fazer pressão, pois o LCD também é sensível nessa parte. Use outro pano, seco, para remover qualquer excesso. Faça isso também com movimentos circulares e leves.

O touchpad também pode ser limpo com o mesmo pano úmido.

Entradas de componentes e saídas de ar

As saídas de ar geralmente ficam na parte de trás ou na lateral do notebook. Elas merecem atenção especial porque retiram o ar quente de dentro do computador e, com o tempo, são bloqueadas por sujeira. O ideal é você usar ar comprimido em lata, que pode ser facilmente encontrado em lojas de informática. O ar é jogado com a pressão certa para esta necessidade. Lembre-se de sempre ler as instruções de uso de uma lata de ar comprimido para saber o ângulo correto de aplicação.

Se você encontrar dificuldades para enxergar as saídas, utilize uma lanterna. Se você consegue visualizar o ventilador, NÃO deixe que o ar comprimido gire as pás.

O ar comprimido também é a melhor opção para a limpeza das portas de entrada. Você também pode usar cotonetes para remover as sujeiras. Em último caso, use novamente um pano levemente umedecido em água para retirar sujeiras grossas e que teimam em não sair.


Tela

A limpeza da tela exige cuidados.A limpeza da tela de um notebook é crucial, pois o LCD é muito sensível. Utilize um pano umedecido em água, passando-o com delicadeza. NUNCA faça pressão sobre uma tela de LCD. Remova qualquer excesso com um pano seco.

Em casos de manchas bem visíveis e que não foram removidas com água, você pode usar álcool isopropílico misturado com água (sempre mais água do que álcool). Novamente, atente para não encharcar o pano, e sim umedecê-lo um pouquinho.

Você também pode pesquisar por produtos específicos para este tipo de limpeza. Eles são encontrados com facilidade em lojas de informática. Nesses casos, não aplique nenhum produto diretamente na tela.

Teclado

Em primeiro lugar, não tente remover as teclas como é possível em um teclado de desktop.

Você pode começar “dando uma geral” com um pano úmido para remover os excessos. Para complementar, novamente o ar comprimido é seu melhor amigo. Para dar um toque final, use um pincel entre as teclas e complemente a limpeza com cotonetes caso necessário. Também é possível utilizar um aspirador de pó, desde que ele seja pequeno e não muito forte.

Cuidados

A verdade é que um pano levemente umedecido deve resolver todos os seus problemas de sujeira no notebook. Caso ainda sobrem manchas, significa que você está tendo pouco cuidado com o uso do seu notebook. Procure se informar sobre produtos específicos em lojas especializadas. Sempre há alguma opção para limpar definitivamente o seu equipamento.

Esperamos que você tenha gostado destas dicas. Se você conhece algum produto ou sabe alguma dica certeira, não deixe de comentar. Até a próxima!


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 10, 2009 Posted by | Descubra, Dicas, Hardware, Saiba + | Deixe um comentário

Dicas para limpar seu notebook

Você sabe o que pode e o que não pode usar? Sabe como limpar?
Limpar um notebook é de fundamental importância para a boa manutenção do equipamento, pois o acúmulo de poeira pode riscar componentes ou bloquear as saídas de ar, causando sérios danos por superaquecimento.

Além deste risco, limpar um computador portátil é uma simples questão de higiene. Quem fuma perto do notebook ou toma aquele cafezinho vez ou outra percebe as teclas amareladas. Quem tem um bichinho de estimação também se depara com alguns pelos nada agradáveis entre as teclas. Nenhuma dessas sujeiras é agradável.

Limpar um notebook exige paciência e cuidado. Os componentes são menores e, portanto, mais delicados. Em um desktop é mais fácil identificar as peças, já em um notebook é mais complicado. A primeira dica que você pode seguir é ler o manual de instruções do seu computador. É certo que nele você vai encontrar o mínimo de instrução neste sentido. No entanto, é claro que você não terá um guia detalhado.

Isso pode:

Para limpar um notebook, você pode usar um pano macio que não solte fiapos, cotonete, pincel fino de cerdas macias, compressor de ar, água, lata de ar comprimido e álcool isopropílico. Atente que este último item deve ser usado com algumas restrições que você verá a seguir.

Isso não pode:

Não use produtos de limpeza como aquele multiuso ou qualquer produto abrasivo. Não use panos duros que riscam e que soltam fiapos. Caso você utilize produtos especiais, não aplique-os diretamente no notebook. Aplique-o sobre um pano primeiro.
Para começar

Desligue o notebook da tomada e, de preferência, remova a bateria. Vamos dividir seu notebook em quatro partes: área externa, entradas e saídas, tela e teclado.

Área externa

Considere como área externa as partes de plástico do seu aparelho. Use um pano levemente, LEVEMENTE umedecido com água. Lembre-se que você deve evitar que água escorra para não atingir componentes internos, então não exagere na água. Faça movimentos circulares e leves.

Na hora de limpar a parte de trás da tela, tome cuidado para não fazer pressão, pois o LCD também é sensível nessa parte. Use outro pano, seco, para remover qualquer excesso. Faça isso também com movimentos circulares e leves.

O touchpad também pode ser limpo com o mesmo pano úmido.

Entradas de componentes e saídas de ar

As saídas de ar geralmente ficam na parte de trás ou na lateral do notebook. Elas merecem atenção especial porque retiram o ar quente de dentro do computador e, com o tempo, são bloqueadas por sujeira. O ideal é você usar ar comprimido em lata, que pode ser facilmente encontrado em lojas de informática. O ar é jogado com a pressão certa para esta necessidade. Lembre-se de sempre ler as instruções de uso de uma lata de ar comprimido para saber o ângulo correto de aplicação.

Se você encontrar dificuldades para enxergar as saídas, utilize uma lanterna. Se você consegue visualizar o ventilador, NÃO deixe que o ar comprimido gire as pás.

O ar comprimido também é a melhor opção para a limpeza das portas de entrada. Você também pode usar cotonetes para remover as sujeiras. Em último caso, use novamente um pano levemente umedecido em água para retirar sujeiras grossas e que teimam em não sair.


Tela

A limpeza da tela exige cuidados.A limpeza da tela de um notebook é crucial, pois o LCD é muito sensível. Utilize um pano umedecido em água, passando-o com delicadeza. NUNCA faça pressão sobre uma tela de LCD. Remova qualquer excesso com um pano seco.

Em casos de manchas bem visíveis e que não foram removidas com água, você pode usar álcool isopropílico misturado com água (sempre mais água do que álcool). Novamente, atente para não encharcar o pano, e sim umedecê-lo um pouquinho.

Você também pode pesquisar por produtos específicos para este tipo de limpeza. Eles são encontrados com facilidade em lojas de informática. Nesses casos, não aplique nenhum produto diretamente na tela.

Teclado

Em primeiro lugar, não tente remover as teclas como é possível em um teclado de desktop.

Você pode começar “dando uma geral” com um pano úmido para remover os excessos. Para complementar, novamente o ar comprimido é seu melhor amigo. Para dar um toque final, use um pincel entre as teclas e complemente a limpeza com cotonetes caso necessário. Também é possível utilizar um aspirador de pó, desde que ele seja pequeno e não muito forte.

Cuidados

A verdade é que um pano levemente umedecido deve resolver todos os seus problemas de sujeira no notebook. Caso ainda sobrem manchas, significa que você está tendo pouco cuidado com o uso do seu notebook. Procure se informar sobre produtos específicos em lojas especializadas. Sempre há alguma opção para limpar definitivamente o seu equipamento.

Esperamos que você tenha gostado destas dicas. Se você conhece algum produto ou sabe alguma dica certeira, não deixe de comentar. Até a próxima!


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 10, 2009 Posted by | Descubra, Dicas, Hardware, Saiba + | Deixe um comentário

Dicas para limpar seu notebook

Você sabe o que pode e o que não pode usar? Sabe como limpar?
Limpar um notebook é de fundamental importância para a boa manutenção do equipamento, pois o acúmulo de poeira pode riscar componentes ou bloquear as saídas de ar, causando sérios danos por superaquecimento.

Além deste risco, limpar um computador portátil é uma simples questão de higiene. Quem fuma perto do notebook ou toma aquele cafezinho vez ou outra percebe as teclas amareladas. Quem tem um bichinho de estimação também se depara com alguns pelos nada agradáveis entre as teclas. Nenhuma dessas sujeiras é agradável.

Limpar um notebook exige paciência e cuidado. Os componentes são menores e, portanto, mais delicados. Em um desktop é mais fácil identificar as peças, já em um notebook é mais complicado. A primeira dica que você pode seguir é ler o manual de instruções do seu computador. É certo que nele você vai encontrar o mínimo de instrução neste sentido. No entanto, é claro que você não terá um guia detalhado.

Isso pode:

Para limpar um notebook, você pode usar um pano macio que não solte fiapos, cotonete, pincel fino de cerdas macias, compressor de ar, água, lata de ar comprimido e álcool isopropílico. Atente que este último item deve ser usado com algumas restrições que você verá a seguir.

Isso não pode:

Não use produtos de limpeza como aquele multiuso ou qualquer produto abrasivo. Não use panos duros que riscam e que soltam fiapos. Caso você utilize produtos especiais, não aplique-os diretamente no notebook. Aplique-o sobre um pano primeiro.
Para começar

Desligue o notebook da tomada e, de preferência, remova a bateria. Vamos dividir seu notebook em quatro partes: área externa, entradas e saídas, tela e teclado.

Área externa

Considere como área externa as partes de plástico do seu aparelho. Use um pano levemente, LEVEMENTE umedecido com água. Lembre-se que você deve evitar que água escorra para não atingir componentes internos, então não exagere na água. Faça movimentos circulares e leves.

Na hora de limpar a parte de trás da tela, tome cuidado para não fazer pressão, pois o LCD também é sensível nessa parte. Use outro pano, seco, para remover qualquer excesso. Faça isso também com movimentos circulares e leves.

O touchpad também pode ser limpo com o mesmo pano úmido.

Entradas de componentes e saídas de ar

As saídas de ar geralmente ficam na parte de trás ou na lateral do notebook. Elas merecem atenção especial porque retiram o ar quente de dentro do computador e, com o tempo, são bloqueadas por sujeira. O ideal é você usar ar comprimido em lata, que pode ser facilmente encontrado em lojas de informática. O ar é jogado com a pressão certa para esta necessidade. Lembre-se de sempre ler as instruções de uso de uma lata de ar comprimido para saber o ângulo correto de aplicação.

Se você encontrar dificuldades para enxergar as saídas, utilize uma lanterna. Se você consegue visualizar o ventilador, NÃO deixe que o ar comprimido gire as pás.

O ar comprimido também é a melhor opção para a limpeza das portas de entrada. Você também pode usar cotonetes para remover as sujeiras. Em último caso, use novamente um pano levemente umedecido em água para retirar sujeiras grossas e que teimam em não sair.


Tela

A limpeza da tela exige cuidados.A limpeza da tela de um notebook é crucial, pois o LCD é muito sensível. Utilize um pano umedecido em água, passando-o com delicadeza. NUNCA faça pressão sobre uma tela de LCD. Remova qualquer excesso com um pano seco.

Em casos de manchas bem visíveis e que não foram removidas com água, você pode usar álcool isopropílico misturado com água (sempre mais água do que álcool). Novamente, atente para não encharcar o pano, e sim umedecê-lo um pouquinho.

Você também pode pesquisar por produtos específicos para este tipo de limpeza. Eles são encontrados com facilidade em lojas de informática. Nesses casos, não aplique nenhum produto diretamente na tela.

Teclado

Em primeiro lugar, não tente remover as teclas como é possível em um teclado de desktop.

Você pode começar “dando uma geral” com um pano úmido para remover os excessos. Para complementar, novamente o ar comprimido é seu melhor amigo. Para dar um toque final, use um pincel entre as teclas e complemente a limpeza com cotonetes caso necessário. Também é possível utilizar um aspirador de pó, desde que ele seja pequeno e não muito forte.

Cuidados

A verdade é que um pano levemente umedecido deve resolver todos os seus problemas de sujeira no notebook. Caso ainda sobrem manchas, significa que você está tendo pouco cuidado com o uso do seu notebook. Procure se informar sobre produtos específicos em lojas especializadas. Sempre há alguma opção para limpar definitivamente o seu equipamento.

Esperamos que você tenha gostado destas dicas. Se você conhece algum produto ou sabe alguma dica certeira, não deixe de comentar. Até a próxima!


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 10, 2009 Posted by | Descubra, Dicas, Hardware, Saiba + | Deixe um comentário

Dicas para limpar seu notebook

Você sabe o que pode e o que não pode usar? Sabe como limpar?
Limpar um notebook é de fundamental importância para a boa manutenção do equipamento, pois o acúmulo de poeira pode riscar componentes ou bloquear as saídas de ar, causando sérios danos por superaquecimento.

Além deste risco, limpar um computador portátil é uma simples questão de higiene. Quem fuma perto do notebook ou toma aquele cafezinho vez ou outra percebe as teclas amareladas. Quem tem um bichinho de estimação também se depara com alguns pelos nada agradáveis entre as teclas. Nenhuma dessas sujeiras é agradável.

Limpar um notebook exige paciência e cuidado. Os componentes são menores e, portanto, mais delicados. Em um desktop é mais fácil identificar as peças, já em um notebook é mais complicado. A primeira dica que você pode seguir é ler o manual de instruções do seu computador. É certo que nele você vai encontrar o mínimo de instrução neste sentido. No entanto, é claro que você não terá um guia detalhado.

Isso pode:

Para limpar um notebook, você pode usar um pano macio que não solte fiapos, cotonete, pincel fino de cerdas macias, compressor de ar, água, lata de ar comprimido e álcool isopropílico. Atente que este último item deve ser usado com algumas restrições que você verá a seguir.

Isso não pode:

Não use produtos de limpeza como aquele multiuso ou qualquer produto abrasivo. Não use panos duros que riscam e que soltam fiapos. Caso você utilize produtos especiais, não aplique-os diretamente no notebook. Aplique-o sobre um pano primeiro.
Para começar

Desligue o notebook da tomada e, de preferência, remova a bateria. Vamos dividir seu notebook em quatro partes: área externa, entradas e saídas, tela e teclado.

Área externa

Considere como área externa as partes de plástico do seu aparelho. Use um pano levemente, LEVEMENTE umedecido com água. Lembre-se que você deve evitar que água escorra para não atingir componentes internos, então não exagere na água. Faça movimentos circulares e leves.

Na hora de limpar a parte de trás da tela, tome cuidado para não fazer pressão, pois o LCD também é sensível nessa parte. Use outro pano, seco, para remover qualquer excesso. Faça isso também com movimentos circulares e leves.

O touchpad também pode ser limpo com o mesmo pano úmido.

Entradas de componentes e saídas de ar

As saídas de ar geralmente ficam na parte de trás ou na lateral do notebook. Elas merecem atenção especial porque retiram o ar quente de dentro do computador e, com o tempo, são bloqueadas por sujeira. O ideal é você usar ar comprimido em lata, que pode ser facilmente encontrado em lojas de informática. O ar é jogado com a pressão certa para esta necessidade. Lembre-se de sempre ler as instruções de uso de uma lata de ar comprimido para saber o ângulo correto de aplicação.

Se você encontrar dificuldades para enxergar as saídas, utilize uma lanterna. Se você consegue visualizar o ventilador, NÃO deixe que o ar comprimido gire as pás.

O ar comprimido também é a melhor opção para a limpeza das portas de entrada. Você também pode usar cotonetes para remover as sujeiras. Em último caso, use novamente um pano levemente umedecido em água para retirar sujeiras grossas e que teimam em não sair.


Tela

A limpeza da tela exige cuidados.A limpeza da tela de um notebook é crucial, pois o LCD é muito sensível. Utilize um pano umedecido em água, passando-o com delicadeza. NUNCA faça pressão sobre uma tela de LCD. Remova qualquer excesso com um pano seco.

Em casos de manchas bem visíveis e que não foram removidas com água, você pode usar álcool isopropílico misturado com água (sempre mais água do que álcool). Novamente, atente para não encharcar o pano, e sim umedecê-lo um pouquinho.

Você também pode pesquisar por produtos específicos para este tipo de limpeza. Eles são encontrados com facilidade em lojas de informática. Nesses casos, não aplique nenhum produto diretamente na tela.

Teclado

Em primeiro lugar, não tente remover as teclas como é possível em um teclado de desktop.

Você pode começar “dando uma geral” com um pano úmido para remover os excessos. Para complementar, novamente o ar comprimido é seu melhor amigo. Para dar um toque final, use um pincel entre as teclas e complemente a limpeza com cotonetes caso necessário. Também é possível utilizar um aspirador de pó, desde que ele seja pequeno e não muito forte.

Cuidados

A verdade é que um pano levemente umedecido deve resolver todos os seus problemas de sujeira no notebook. Caso ainda sobrem manchas, significa que você está tendo pouco cuidado com o uso do seu notebook. Procure se informar sobre produtos específicos em lojas especializadas. Sempre há alguma opção para limpar definitivamente o seu equipamento.

Esperamos que você tenha gostado destas dicas. Se você conhece algum produto ou sabe alguma dica certeira, não deixe de comentar. Até a próxima!


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 10, 2009 Posted by | Descubra, Dicas, Hardware, Saiba + | Deixe um comentário

Dicas para limpar seu notebook

Você sabe o que pode e o que não pode usar? Sabe como limpar?
Limpar um notebook é de fundamental importância para a boa manutenção do equipamento, pois o acúmulo de poeira pode riscar componentes ou bloquear as saídas de ar, causando sérios danos por superaquecimento.

Além deste risco, limpar um computador portátil é uma simples questão de higiene. Quem fuma perto do notebook ou toma aquele cafezinho vez ou outra percebe as teclas amareladas. Quem tem um bichinho de estimação também se depara com alguns pelos nada agradáveis entre as teclas. Nenhuma dessas sujeiras é agradável.

Limpar um notebook exige paciência e cuidado. Os componentes são menores e, portanto, mais delicados. Em um desktop é mais fácil identificar as peças, já em um notebook é mais complicado. A primeira dica que você pode seguir é ler o manual de instruções do seu computador. É certo que nele você vai encontrar o mínimo de instrução neste sentido. No entanto, é claro que você não terá um guia detalhado.

Isso pode:

Para limpar um notebook, você pode usar um pano macio que não solte fiapos, cotonete, pincel fino de cerdas macias, compressor de ar, água, lata de ar comprimido e álcool isopropílico. Atente que este último item deve ser usado com algumas restrições que você verá a seguir.

Isso não pode:

Não use produtos de limpeza como aquele multiuso ou qualquer produto abrasivo. Não use panos duros que riscam e que soltam fiapos. Caso você utilize produtos especiais, não aplique-os diretamente no notebook. Aplique-o sobre um pano primeiro.
Para começar

Desligue o notebook da tomada e, de preferência, remova a bateria. Vamos dividir seu notebook em quatro partes: área externa, entradas e saídas, tela e teclado.

Área externa

Considere como área externa as partes de plástico do seu aparelho. Use um pano levemente, LEVEMENTE umedecido com água. Lembre-se que você deve evitar que água escorra para não atingir componentes internos, então não exagere na água. Faça movimentos circulares e leves.

Na hora de limpar a parte de trás da tela, tome cuidado para não fazer pressão, pois o LCD também é sensível nessa parte. Use outro pano, seco, para remover qualquer excesso. Faça isso também com movimentos circulares e leves.

O touchpad também pode ser limpo com o mesmo pano úmido.

Entradas de componentes e saídas de ar

As saídas de ar geralmente ficam na parte de trás ou na lateral do notebook. Elas merecem atenção especial porque retiram o ar quente de dentro do computador e, com o tempo, são bloqueadas por sujeira. O ideal é você usar ar comprimido em lata, que pode ser facilmente encontrado em lojas de informática. O ar é jogado com a pressão certa para esta necessidade. Lembre-se de sempre ler as instruções de uso de uma lata de ar comprimido para saber o ângulo correto de aplicação.

Se você encontrar dificuldades para enxergar as saídas, utilize uma lanterna. Se você consegue visualizar o ventilador, NÃO deixe que o ar comprimido gire as pás.

O ar comprimido também é a melhor opção para a limpeza das portas de entrada. Você também pode usar cotonetes para remover as sujeiras. Em último caso, use novamente um pano levemente umedecido em água para retirar sujeiras grossas e que teimam em não sair.


Tela

A limpeza da tela exige cuidados.A limpeza da tela de um notebook é crucial, pois o LCD é muito sensível. Utilize um pano umedecido em água, passando-o com delicadeza. NUNCA faça pressão sobre uma tela de LCD. Remova qualquer excesso com um pano seco.

Em casos de manchas bem visíveis e que não foram removidas com água, você pode usar álcool isopropílico misturado com água (sempre mais água do que álcool). Novamente, atente para não encharcar o pano, e sim umedecê-lo um pouquinho.

Você também pode pesquisar por produtos específicos para este tipo de limpeza. Eles são encontrados com facilidade em lojas de informática. Nesses casos, não aplique nenhum produto diretamente na tela.

Teclado

Em primeiro lugar, não tente remover as teclas como é possível em um teclado de desktop.

Você pode começar “dando uma geral” com um pano úmido para remover os excessos. Para complementar, novamente o ar comprimido é seu melhor amigo. Para dar um toque final, use um pincel entre as teclas e complemente a limpeza com cotonetes caso necessário. Também é possível utilizar um aspirador de pó, desde que ele seja pequeno e não muito forte.

Cuidados

A verdade é que um pano levemente umedecido deve resolver todos os seus problemas de sujeira no notebook. Caso ainda sobrem manchas, significa que você está tendo pouco cuidado com o uso do seu notebook. Procure se informar sobre produtos específicos em lojas especializadas. Sempre há alguma opção para limpar definitivamente o seu equipamento.

Esperamos que você tenha gostado destas dicas. Se você conhece algum produto ou sabe alguma dica certeira, não deixe de comentar. Até a próxima!


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 10, 2009 Posted by | Descubra, Dicas, Hardware, Saiba + | Deixe um comentário

Como limpar inteiramente um computador !

Depois de tanto falar de softwares para limparem o computador agora falarei da limpeza fisica dele a do hardware!
Vamos lá:
Recomendações:

1. Desligue o computador e o retire da tomada;
2. Nunca use água para limpar o gabinete por dentro;
3. Nunca retire as teclas de um notebook;
4. Lembre-se de que em geral os componentes do computador são sensíveis, logo, seja desligado para não prejudicar o funcionamento de sua máquina.

Material necessário

Para fazer a limpeza completa você precisará de:

* Ao menos três panos diferentes (sem fiapos);
* Cotonetes;
* Palito de dentes;
* Detergente;
* Água;
* Aspirador de pó;
* Pincel de cabo longo e cerdas macias;
* Secador de cabelos com ar frio;
* Folha de jornal;
* Chave de fendas;
* Pinça;
* Algodão;
* Lata de ar comprimido (se possível).
Teclado

Operação Básica

Primeiramente, vire o teclado de ponta-cabeça e sacuda-o para tirar parte da sujeira (coloque uma folha de jornal embaixo para não sujar o chão). Utilize agora a lata de ar comprimido para desgrudar um pouco da sujeira das teclas, depois, passe o aspirador de pó por cima do teclado (utilizando o bico com cerdas).

Então, misture um pouco de detergente com água e umedeça levemente um pano nessa solução, a seguir, passe o pano por cima das teclas para retirar a sujeira que fica grudada por causa da oleosidade dos dedos. Por último, passe um pano seco no teclado.

Operação Avançada

De vez em quando pode acontecer de algumas teclas falharem devido ao excesso de sujeira acumulada embaixo delas. Para alcançarmos tal sujeira, as teclas deverão ser removidas, logo, os passos a seguir exigirão um grau maior de delicadeza.

Antes de retirar as teclas tenha certeza de que saberá pô-las em seu lugar correto depois da limpeza. Para isso use sua imaginação, tire uma foto do teclado, faça um desenho da posição das teclas, enfim, o que achar melhor.

Com a chave de fendas em mãos, posicione-a de maneira a imitar uma alavanca e retire as teclas. No entanto, evite tirar teclas grandes, como a “barra de espaços”, “Enter”, “Shift” e “Caps Lock”, pois poderá ser difícil colocá-las novamente em seus lugares.

Retiradas as teclas, espirre o ar comprimido para facilitar o trabalho. Depois, passe um pano levemente umedecido com a mistura de um pouco de detergente com água para remover as sujeiras (use um cotonete para remover a poeira dos cantos que o pano não alcança). Feito isso, seque o teclado e recoloque as teclas.

Mouse

Tanto um mouse óptico quanto um de bolinha podem ser limpos da mesma forma, basta umedecer levemente um pano com água e limpá-lo.

Muitas vezes os usuários de mouses de bolinha podem reparar que a movimentação da seta se torna difícil repentinamente e “sem motivo”. O que causa tal inconveniente é o acumulo de sujeira dentro do mouse, o que acaba travando a movimentação das roldanas que a bolinha move.

Para remover tal sujeira, vire o mouse para cima e retire a bolinha (cuidado, ela é pesada). Depois, pegue um palito de dentes e use sua ponta para “serrar” a crosta de resíduos nas roldanas do mouse, após isso, remova delicadamente a sujeira usando uma pinça. Terminado o processo, bote a bolinha no mouse novamente e pronto.

Cabos Externos

Esta é a limpeza mais simples e menos trabalhosa (se comparada com as outras), pois basta umedecer levemente um pano em uma mistura de um pouco de detergente com água, passar nos cabos e depois secá-los com um pano seco. No entanto, tome cuidado para não se esquecer de secar as partes metálicas dos cabos, pois cometer tal deslize pode significar uma grande dor de cabeça posteriormente.

Monitor

Independente do tipo de monitor que você usa (seja ele daqueles “antigos”, de LCD, ou mesmo se não for um monitor e sim uma televisão), deve-se ter bastante cuidado ao limpar a tela dele, logo, escolha bem o tipo de pano a ser usado para evitar riscá-la.
Não espere seu PC ficar assim para limpá-lo!Para limpar a tela do seu monitor você pode tem duas opções: ou a limpa com um pedaço de algodão levemente umedecido, ou então com um pano igualmente umedecido. Seja qual for o método escolhido, passe um pano seco após limpar a tela.

Para limpar o resto do monitor, basta passar um pano levemente umedecido com água e depois secar com outro pano. No caso de o monitor estar muito sujo, pode-se usar aquela mistura de detergente com água no pano.

É possível também substituir o detergente por álcool (somente quando for limpar o monitor, para as outras partes do computador use somente detergente). No entanto, utilizar álcool pode fazer o monitor desbotar com o tempo, por isso não é muito aconselhado utilizá-lo. Se este for o caso, se limite a apenas algumas gotas e a partes externas, sendo a exceção a tela.

Gabinete

Nossa cabeça armazena a parte mais importante do nosso corpo: o cérebro. E assim como nossa cabeça, o gabinete armazena as partes que dão “vida” ao computador, portanto, você deve usar o máximo de cuidado ao realizar as operações seguintes.

Exterior

Desencaixe todos os cabos e use um aspirador de pó para aspirar a sujeira das entradas de ar (buracos) do gabinete. Agora passe um pano umedecido com a mistura água-detergente (citada anteriormente) no restante do gabinete, tomando cuidado para não deixar qualquer gota cair pelas entradas de ar.

Depois, tire o excesso de detergente com outro pano umedecido somente com água, e por último, pegue um pano seco e seque o gabinete. Em certos lugares (como ao redor do botão de liga/desliga) você pode usar um cotonete para limpar, no caso o pano não dar conta do serviço.

Interior

A limpeza dessa parte é muito importante, pois o desempenho do computador pode ficar comprometido devido ao superaquecimento provocado pelo mal funcionamento dos sistemas de refrigeração interna do gabinete.
O funcionamento indevido de tal sistema geralmente pode ser devido à vida útil do equipamento ter chegado ao fim, ou então ao fato de muita sujeira ter sido acumulada nas ventoinhas, impedindo assim que elas girem o suficiente para evitar o aquecimento excessivo do computador.

Tome muito cuidado com os componentes eletrônicos (quadrados geralmente verdes e cheios de linhas metálicas,) que ficam dentro do gabinete (não passe pano neles!), pois qualquer acidente, por menor que seja, pode prejudicar seu computador.

Use o pincel para varrer, delicadamente, a sujeira das partes onde o aspirador de pó não alcança, até uma área que ele a alcance. Agora, bote um bico fino no aspirador de pó, e aspire a sujeira do cooler (aquele componente que parece um ventilador), a sujeira de todas as entradas de ar e aquela sujeira que foi varrida. Lembrando que para utilizar aspiradores de pó deve-se ter um bico extremamente fino e muito cuidado. Na dúvida, utilize o pincel.
A seguir, pegue um pano seco e use-o para tirar o pó dos fios de dentro do gabinete e para remover a sujeira que resistiu ao aspirador de pó e ao pincel.

Pronto!

Parabéns, se você chegou até aqui, seguindo todos os passos acima, seu computador deve estar tinindo!


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 8, 2009 Posted by | Descubra, Dicas, Hardware, Saiba + | Deixe um comentário

Como limpar inteiramente um computador !

Depois de tanto falar de softwares para limparem o computador agora falarei da limpeza fisica dele a do hardware!
Vamos lá:
Recomendações:

1. Desligue o computador e o retire da tomada;
2. Nunca use água para limpar o gabinete por dentro;
3. Nunca retire as teclas de um notebook;
4. Lembre-se de que em geral os componentes do computador são sensíveis, logo, seja desligado para não prejudicar o funcionamento de sua máquina.

Material necessário

Para fazer a limpeza completa você precisará de:

* Ao menos três panos diferentes (sem fiapos);
* Cotonetes;
* Palito de dentes;
* Detergente;
* Água;
* Aspirador de pó;
* Pincel de cabo longo e cerdas macias;
* Secador de cabelos com ar frio;
* Folha de jornal;
* Chave de fendas;
* Pinça;
* Algodão;
* Lata de ar comprimido (se possível).
Teclado

Operação Básica

Primeiramente, vire o teclado de ponta-cabeça e sacuda-o para tirar parte da sujeira (coloque uma folha de jornal embaixo para não sujar o chão). Utilize agora a lata de ar comprimido para desgrudar um pouco da sujeira das teclas, depois, passe o aspirador de pó por cima do teclado (utilizando o bico com cerdas).

Então, misture um pouco de detergente com água e umedeça levemente um pano nessa solução, a seguir, passe o pano por cima das teclas para retirar a sujeira que fica grudada por causa da oleosidade dos dedos. Por último, passe um pano seco no teclado.

Operação Avançada

De vez em quando pode acontecer de algumas teclas falharem devido ao excesso de sujeira acumulada embaixo delas. Para alcançarmos tal sujeira, as teclas deverão ser removidas, logo, os passos a seguir exigirão um grau maior de delicadeza.

Antes de retirar as teclas tenha certeza de que saberá pô-las em seu lugar correto depois da limpeza. Para isso use sua imaginação, tire uma foto do teclado, faça um desenho da posição das teclas, enfim, o que achar melhor.

Com a chave de fendas em mãos, posicione-a de maneira a imitar uma alavanca e retire as teclas. No entanto, evite tirar teclas grandes, como a “barra de espaços”, “Enter”, “Shift” e “Caps Lock”, pois poderá ser difícil colocá-las novamente em seus lugares.

Retiradas as teclas, espirre o ar comprimido para facilitar o trabalho. Depois, passe um pano levemente umedecido com a mistura de um pouco de detergente com água para remover as sujeiras (use um cotonete para remover a poeira dos cantos que o pano não alcança). Feito isso, seque o teclado e recoloque as teclas.

Mouse

Tanto um mouse óptico quanto um de bolinha podem ser limpos da mesma forma, basta umedecer levemente um pano com água e limpá-lo.

Muitas vezes os usuários de mouses de bolinha podem reparar que a movimentação da seta se torna difícil repentinamente e “sem motivo”. O que causa tal inconveniente é o acumulo de sujeira dentro do mouse, o que acaba travando a movimentação das roldanas que a bolinha move.

Para remover tal sujeira, vire o mouse para cima e retire a bolinha (cuidado, ela é pesada). Depois, pegue um palito de dentes e use sua ponta para “serrar” a crosta de resíduos nas roldanas do mouse, após isso, remova delicadamente a sujeira usando uma pinça. Terminado o processo, bote a bolinha no mouse novamente e pronto.

Cabos Externos

Esta é a limpeza mais simples e menos trabalhosa (se comparada com as outras), pois basta umedecer levemente um pano em uma mistura de um pouco de detergente com água, passar nos cabos e depois secá-los com um pano seco. No entanto, tome cuidado para não se esquecer de secar as partes metálicas dos cabos, pois cometer tal deslize pode significar uma grande dor de cabeça posteriormente.

Monitor

Independente do tipo de monitor que você usa (seja ele daqueles “antigos”, de LCD, ou mesmo se não for um monitor e sim uma televisão), deve-se ter bastante cuidado ao limpar a tela dele, logo, escolha bem o tipo de pano a ser usado para evitar riscá-la.
Não espere seu PC ficar assim para limpá-lo!Para limpar a tela do seu monitor você pode tem duas opções: ou a limpa com um pedaço de algodão levemente umedecido, ou então com um pano igualmente umedecido. Seja qual for o método escolhido, passe um pano seco após limpar a tela.

Para limpar o resto do monitor, basta passar um pano levemente umedecido com água e depois secar com outro pano. No caso de o monitor estar muito sujo, pode-se usar aquela mistura de detergente com água no pano.

É possível também substituir o detergente por álcool (somente quando for limpar o monitor, para as outras partes do computador use somente detergente). No entanto, utilizar álcool pode fazer o monitor desbotar com o tempo, por isso não é muito aconselhado utilizá-lo. Se este for o caso, se limite a apenas algumas gotas e a partes externas, sendo a exceção a tela.

Gabinete

Nossa cabeça armazena a parte mais importante do nosso corpo: o cérebro. E assim como nossa cabeça, o gabinete armazena as partes que dão “vida” ao computador, portanto, você deve usar o máximo de cuidado ao realizar as operações seguintes.

Exterior

Desencaixe todos os cabos e use um aspirador de pó para aspirar a sujeira das entradas de ar (buracos) do gabinete. Agora passe um pano umedecido com a mistura água-detergente (citada anteriormente) no restante do gabinete, tomando cuidado para não deixar qualquer gota cair pelas entradas de ar.

Depois, tire o excesso de detergente com outro pano umedecido somente com água, e por último, pegue um pano seco e seque o gabinete. Em certos lugares (como ao redor do botão de liga/desliga) você pode usar um cotonete para limpar, no caso o pano não dar conta do serviço.

Interior

A limpeza dessa parte é muito importante, pois o desempenho do computador pode ficar comprometido devido ao superaquecimento provocado pelo mal funcionamento dos sistemas de refrigeração interna do gabinete.
O funcionamento indevido de tal sistema geralmente pode ser devido à vida útil do equipamento ter chegado ao fim, ou então ao fato de muita sujeira ter sido acumulada nas ventoinhas, impedindo assim que elas girem o suficiente para evitar o aquecimento excessivo do computador.

Tome muito cuidado com os componentes eletrônicos (quadrados geralmente verdes e cheios de linhas metálicas,) que ficam dentro do gabinete (não passe pano neles!), pois qualquer acidente, por menor que seja, pode prejudicar seu computador.

Use o pincel para varrer, delicadamente, a sujeira das partes onde o aspirador de pó não alcança, até uma área que ele a alcance. Agora, bote um bico fino no aspirador de pó, e aspire a sujeira do cooler (aquele componente que parece um ventilador), a sujeira de todas as entradas de ar e aquela sujeira que foi varrida. Lembrando que para utilizar aspiradores de pó deve-se ter um bico extremamente fino e muito cuidado. Na dúvida, utilize o pincel.
A seguir, pegue um pano seco e use-o para tirar o pó dos fios de dentro do gabinete e para remover a sujeira que resistiu ao aspirador de pó e ao pincel.

Pronto!

Parabéns, se você chegou até aqui, seguindo todos os passos acima, seu computador deve estar tinindo!


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 8, 2009 Posted by | Descubra, Dicas, Hardware, Saiba + | Deixe um comentário

Como limpar inteiramente um computador !

Depois de tanto falar de softwares para limparem o computador agora falarei da limpeza fisica dele a do hardware!
Vamos lá:
Recomendações:

1. Desligue o computador e o retire da tomada;
2. Nunca use água para limpar o gabinete por dentro;
3. Nunca retire as teclas de um notebook;
4. Lembre-se de que em geral os componentes do computador são sensíveis, logo, seja desligado para não prejudicar o funcionamento de sua máquina.

Material necessário

Para fazer a limpeza completa você precisará de:

* Ao menos três panos diferentes (sem fiapos);
* Cotonetes;
* Palito de dentes;
* Detergente;
* Água;
* Aspirador de pó;
* Pincel de cabo longo e cerdas macias;
* Secador de cabelos com ar frio;
* Folha de jornal;
* Chave de fendas;
* Pinça;
* Algodão;
* Lata de ar comprimido (se possível).
Teclado

Operação Básica

Primeiramente, vire o teclado de ponta-cabeça e sacuda-o para tirar parte da sujeira (coloque uma folha de jornal embaixo para não sujar o chão). Utilize agora a lata de ar comprimido para desgrudar um pouco da sujeira das teclas, depois, passe o aspirador de pó por cima do teclado (utilizando o bico com cerdas).

Então, misture um pouco de detergente com água e umedeça levemente um pano nessa solução, a seguir, passe o pano por cima das teclas para retirar a sujeira que fica grudada por causa da oleosidade dos dedos. Por último, passe um pano seco no teclado.

Operação Avançada

De vez em quando pode acontecer de algumas teclas falharem devido ao excesso de sujeira acumulada embaixo delas. Para alcançarmos tal sujeira, as teclas deverão ser removidas, logo, os passos a seguir exigirão um grau maior de delicadeza.

Antes de retirar as teclas tenha certeza de que saberá pô-las em seu lugar correto depois da limpeza. Para isso use sua imaginação, tire uma foto do teclado, faça um desenho da posição das teclas, enfim, o que achar melhor.

Com a chave de fendas em mãos, posicione-a de maneira a imitar uma alavanca e retire as teclas. No entanto, evite tirar teclas grandes, como a “barra de espaços”, “Enter”, “Shift” e “Caps Lock”, pois poderá ser difícil colocá-las novamente em seus lugares.

Retiradas as teclas, espirre o ar comprimido para facilitar o trabalho. Depois, passe um pano levemente umedecido com a mistura de um pouco de detergente com água para remover as sujeiras (use um cotonete para remover a poeira dos cantos que o pano não alcança). Feito isso, seque o teclado e recoloque as teclas.

Mouse

Tanto um mouse óptico quanto um de bolinha podem ser limpos da mesma forma, basta umedecer levemente um pano com água e limpá-lo.

Muitas vezes os usuários de mouses de bolinha podem reparar que a movimentação da seta se torna difícil repentinamente e “sem motivo”. O que causa tal inconveniente é o acumulo de sujeira dentro do mouse, o que acaba travando a movimentação das roldanas que a bolinha move.

Para remover tal sujeira, vire o mouse para cima e retire a bolinha (cuidado, ela é pesada). Depois, pegue um palito de dentes e use sua ponta para “serrar” a crosta de resíduos nas roldanas do mouse, após isso, remova delicadamente a sujeira usando uma pinça. Terminado o processo, bote a bolinha no mouse novamente e pronto.

Cabos Externos

Esta é a limpeza mais simples e menos trabalhosa (se comparada com as outras), pois basta umedecer levemente um pano em uma mistura de um pouco de detergente com água, passar nos cabos e depois secá-los com um pano seco. No entanto, tome cuidado para não se esquecer de secar as partes metálicas dos cabos, pois cometer tal deslize pode significar uma grande dor de cabeça posteriormente.

Monitor

Independente do tipo de monitor que você usa (seja ele daqueles “antigos”, de LCD, ou mesmo se não for um monitor e sim uma televisão), deve-se ter bastante cuidado ao limpar a tela dele, logo, escolha bem o tipo de pano a ser usado para evitar riscá-la.
Não espere seu PC ficar assim para limpá-lo!Para limpar a tela do seu monitor você pode tem duas opções: ou a limpa com um pedaço de algodão levemente umedecido, ou então com um pano igualmente umedecido. Seja qual for o método escolhido, passe um pano seco após limpar a tela.

Para limpar o resto do monitor, basta passar um pano levemente umedecido com água e depois secar com outro pano. No caso de o monitor estar muito sujo, pode-se usar aquela mistura de detergente com água no pano.

É possível também substituir o detergente por álcool (somente quando for limpar o monitor, para as outras partes do computador use somente detergente). No entanto, utilizar álcool pode fazer o monitor desbotar com o tempo, por isso não é muito aconselhado utilizá-lo. Se este for o caso, se limite a apenas algumas gotas e a partes externas, sendo a exceção a tela.

Gabinete

Nossa cabeça armazena a parte mais importante do nosso corpo: o cérebro. E assim como nossa cabeça, o gabinete armazena as partes que dão “vida” ao computador, portanto, você deve usar o máximo de cuidado ao realizar as operações seguintes.

Exterior

Desencaixe todos os cabos e use um aspirador de pó para aspirar a sujeira das entradas de ar (buracos) do gabinete. Agora passe um pano umedecido com a mistura água-detergente (citada anteriormente) no restante do gabinete, tomando cuidado para não deixar qualquer gota cair pelas entradas de ar.

Depois, tire o excesso de detergente com outro pano umedecido somente com água, e por último, pegue um pano seco e seque o gabinete. Em certos lugares (como ao redor do botão de liga/desliga) você pode usar um cotonete para limpar, no caso o pano não dar conta do serviço.

Interior

A limpeza dessa parte é muito importante, pois o desempenho do computador pode ficar comprometido devido ao superaquecimento provocado pelo mal funcionamento dos sistemas de refrigeração interna do gabinete.
O funcionamento indevido de tal sistema geralmente pode ser devido à vida útil do equipamento ter chegado ao fim, ou então ao fato de muita sujeira ter sido acumulada nas ventoinhas, impedindo assim que elas girem o suficiente para evitar o aquecimento excessivo do computador.

Tome muito cuidado com os componentes eletrônicos (quadrados geralmente verdes e cheios de linhas metálicas,) que ficam dentro do gabinete (não passe pano neles!), pois qualquer acidente, por menor que seja, pode prejudicar seu computador.

Use o pincel para varrer, delicadamente, a sujeira das partes onde o aspirador de pó não alcança, até uma área que ele a alcance. Agora, bote um bico fino no aspirador de pó, e aspire a sujeira do cooler (aquele componente que parece um ventilador), a sujeira de todas as entradas de ar e aquela sujeira que foi varrida. Lembrando que para utilizar aspiradores de pó deve-se ter um bico extremamente fino e muito cuidado. Na dúvida, utilize o pincel.
A seguir, pegue um pano seco e use-o para tirar o pó dos fios de dentro do gabinete e para remover a sujeira que resistiu ao aspirador de pó e ao pincel.

Pronto!

Parabéns, se você chegou até aqui, seguindo todos os passos acima, seu computador deve estar tinindo!


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 8, 2009 Posted by | Descubra, Dicas, Hardware, Saiba + | Deixe um comentário

Como limpar inteiramente um computador !

Depois de tanto falar de softwares para limparem o computador agora falarei da limpeza fisica dele a do hardware!
Vamos lá:
Recomendações:

1. Desligue o computador e o retire da tomada;
2. Nunca use água para limpar o gabinete por dentro;
3. Nunca retire as teclas de um notebook;
4. Lembre-se de que em geral os componentes do computador são sensíveis, logo, seja desligado para não prejudicar o funcionamento de sua máquina.

Material necessário

Para fazer a limpeza completa você precisará de:

* Ao menos três panos diferentes (sem fiapos);
* Cotonetes;
* Palito de dentes;
* Detergente;
* Água;
* Aspirador de pó;
* Pincel de cabo longo e cerdas macias;
* Secador de cabelos com ar frio;
* Folha de jornal;
* Chave de fendas;
* Pinça;
* Algodão;
* Lata de ar comprimido (se possível).
Teclado

Operação Básica

Primeiramente, vire o teclado de ponta-cabeça e sacuda-o para tirar parte da sujeira (coloque uma folha de jornal embaixo para não sujar o chão). Utilize agora a lata de ar comprimido para desgrudar um pouco da sujeira das teclas, depois, passe o aspirador de pó por cima do teclado (utilizando o bico com cerdas).

Então, misture um pouco de detergente com água e umedeça levemente um pano nessa solução, a seguir, passe o pano por cima das teclas para retirar a sujeira que fica grudada por causa da oleosidade dos dedos. Por último, passe um pano seco no teclado.

Operação Avançada

De vez em quando pode acontecer de algumas teclas falharem devido ao excesso de sujeira acumulada embaixo delas. Para alcançarmos tal sujeira, as teclas deverão ser removidas, logo, os passos a seguir exigirão um grau maior de delicadeza.

Antes de retirar as teclas tenha certeza de que saberá pô-las em seu lugar correto depois da limpeza. Para isso use sua imaginação, tire uma foto do teclado, faça um desenho da posição das teclas, enfim, o que achar melhor.

Com a chave de fendas em mãos, posicione-a de maneira a imitar uma alavanca e retire as teclas. No entanto, evite tirar teclas grandes, como a “barra de espaços”, “Enter”, “Shift” e “Caps Lock”, pois poderá ser difícil colocá-las novamente em seus lugares.

Retiradas as teclas, espirre o ar comprimido para facilitar o trabalho. Depois, passe um pano levemente umedecido com a mistura de um pouco de detergente com água para remover as sujeiras (use um cotonete para remover a poeira dos cantos que o pano não alcança). Feito isso, seque o teclado e recoloque as teclas.

Mouse

Tanto um mouse óptico quanto um de bolinha podem ser limpos da mesma forma, basta umedecer levemente um pano com água e limpá-lo.

Muitas vezes os usuários de mouses de bolinha podem reparar que a movimentação da seta se torna difícil repentinamente e “sem motivo”. O que causa tal inconveniente é o acumulo de sujeira dentro do mouse, o que acaba travando a movimentação das roldanas que a bolinha move.

Para remover tal sujeira, vire o mouse para cima e retire a bolinha (cuidado, ela é pesada). Depois, pegue um palito de dentes e use sua ponta para “serrar” a crosta de resíduos nas roldanas do mouse, após isso, remova delicadamente a sujeira usando uma pinça. Terminado o processo, bote a bolinha no mouse novamente e pronto.

Cabos Externos

Esta é a limpeza mais simples e menos trabalhosa (se comparada com as outras), pois basta umedecer levemente um pano em uma mistura de um pouco de detergente com água, passar nos cabos e depois secá-los com um pano seco. No entanto, tome cuidado para não se esquecer de secar as partes metálicas dos cabos, pois cometer tal deslize pode significar uma grande dor de cabeça posteriormente.

Monitor

Independente do tipo de monitor que você usa (seja ele daqueles “antigos”, de LCD, ou mesmo se não for um monitor e sim uma televisão), deve-se ter bastante cuidado ao limpar a tela dele, logo, escolha bem o tipo de pano a ser usado para evitar riscá-la.
Não espere seu PC ficar assim para limpá-lo!Para limpar a tela do seu monitor você pode tem duas opções: ou a limpa com um pedaço de algodão levemente umedecido, ou então com um pano igualmente umedecido. Seja qual for o método escolhido, passe um pano seco após limpar a tela.

Para limpar o resto do monitor, basta passar um pano levemente umedecido com água e depois secar com outro pano. No caso de o monitor estar muito sujo, pode-se usar aquela mistura de detergente com água no pano.

É possível também substituir o detergente por álcool (somente quando for limpar o monitor, para as outras partes do computador use somente detergente). No entanto, utilizar álcool pode fazer o monitor desbotar com o tempo, por isso não é muito aconselhado utilizá-lo. Se este for o caso, se limite a apenas algumas gotas e a partes externas, sendo a exceção a tela.

Gabinete

Nossa cabeça armazena a parte mais importante do nosso corpo: o cérebro. E assim como nossa cabeça, o gabinete armazena as partes que dão “vida” ao computador, portanto, você deve usar o máximo de cuidado ao realizar as operações seguintes.

Exterior

Desencaixe todos os cabos e use um aspirador de pó para aspirar a sujeira das entradas de ar (buracos) do gabinete. Agora passe um pano umedecido com a mistura água-detergente (citada anteriormente) no restante do gabinete, tomando cuidado para não deixar qualquer gota cair pelas entradas de ar.

Depois, tire o excesso de detergente com outro pano umedecido somente com água, e por último, pegue um pano seco e seque o gabinete. Em certos lugares (como ao redor do botão de liga/desliga) você pode usar um cotonete para limpar, no caso o pano não dar conta do serviço.

Interior

A limpeza dessa parte é muito importante, pois o desempenho do computador pode ficar comprometido devido ao superaquecimento provocado pelo mal funcionamento dos sistemas de refrigeração interna do gabinete.
O funcionamento indevido de tal sistema geralmente pode ser devido à vida útil do equipamento ter chegado ao fim, ou então ao fato de muita sujeira ter sido acumulada nas ventoinhas, impedindo assim que elas girem o suficiente para evitar o aquecimento excessivo do computador.

Tome muito cuidado com os componentes eletrônicos (quadrados geralmente verdes e cheios de linhas metálicas,) que ficam dentro do gabinete (não passe pano neles!), pois qualquer acidente, por menor que seja, pode prejudicar seu computador.

Use o pincel para varrer, delicadamente, a sujeira das partes onde o aspirador de pó não alcança, até uma área que ele a alcance. Agora, bote um bico fino no aspirador de pó, e aspire a sujeira do cooler (aquele componente que parece um ventilador), a sujeira de todas as entradas de ar e aquela sujeira que foi varrida. Lembrando que para utilizar aspiradores de pó deve-se ter um bico extremamente fino e muito cuidado. Na dúvida, utilize o pincel.
A seguir, pegue um pano seco e use-o para tirar o pó dos fios de dentro do gabinete e para remover a sujeira que resistiu ao aspirador de pó e ao pincel.

Pronto!

Parabéns, se você chegou até aqui, seguindo todos os passos acima, seu computador deve estar tinindo!


Aumente as suas visitas com o Mega Tráfego!

fevereiro 8, 2009 Posted by | Descubra, Dicas, Hardware, Saiba + | Deixe um comentário